Escala para o cuidado apoiado na atenção primária: um estudo metodológico

Elis Martins Ulbrich, Maria de Fátima Mantovani, Ângela Taís Mattei, Felismina Rosa Parreira Mendes
2018 Revista Gaúcha de Enfermagem  
Resumo OBJETIVO Elaborar uma escala preditiva de determinantes para complicações em adultos com hipertensão e ações para o autocuidado apoiado na atenção primária. MÉTODOS Pesquisa metodológica realizada no município de Curitiba-PR em 2013 e 2014, em duas etapas, a primeira mediante coleta de dados com 387 adultos com hipertensão, por meio de uma entrevista estruturada e escalas de ansiedade, depressão, qualidade de vida, adesão medicamentosa e apoio social. A segunda etapa foi à construção da
more » ... oi à construção da escala a partir das variáveis estatisticamente significantes após a análise multivariada. RESULTADOS A escala foi composta pelas variáveis: idade, sexo, tabagismo, tempo de diagnóstico, classificação de risco na unidade de saúde, medicamentos em uso e depressão, posteriormente por meio de revisão da literatura foram sugeridas ações para o autocuidado apoiado. CONCLUSÃO A escala permite identificação de fatores que podem predizer o desenvolvimento de complicações da hipertensão e fornece ações para o autocuidado apoiado.
doi:10.1590/1983-1447.2017.04.63922 pmid:29933419 fatcat:glrmpwbtxfbhpoaiusbslljduq