Industria cultural y capitalismo tardio: Orígenes de la economía política de la comunicación en Brasil en Mercado Brasilero de Televisión
Indústria Cultural e capitalismo tardio: Origens da Economia Política da Comunicação no Brasil em Mercado Brasileiro de Televisão

Manoel Dourado BASTOS, Universidade Estadual de Londrina Londrina, Paraná, Brasil
2019 Chasqui  
Industria cultural y capitalismo tardio: Orígenes de la economía política de la comunicación en Brasil en Mercado Brasileiro de Televisão -Manoel Dourado BASTOS Universidade Estadual de Londrina / manoel. Resumo O presente texto apresenta elementos que apontam o livro Mercado Brasileiro de Televisão, de César Bolaño, como uma abordagem original que merece finalmente o nome de "Economia Política da Comunicação" no Brasil. O livro supera a confusão entre os níveis ideológico e econômico da
more » ... econômico da comunicação e cultura que caracterizava o interesse pelo "lado econômico" da comunicação, principalmente na chamada teoria da dependência e imperialismo culturais. Esses limites se deviam também às fragilidades de método próprias ao pensamento econômico brasileiro. Bolaño encontrou no Departamento de Economia da Unicamp algo que faltava aos estudos de comunicação interessados pelo "lado econômico": um corpo teórico coeso, com métodos próprios e questões específicas. Assim, Bolaño oferece um conceito de Indústria Cultural adequado ao capitalismo tardio. Abstract This text presents elements that points to César Bolaño's book Mercado Brasileiro de Televisão as an original approach that finally deserves the name "Political Economy of Communication" in Brazil. The book overcomes the confusion between the ideological and economic levels of communication and culture that characterized the interest in the "economic side" of communication, especially the so-called theory of cultural dependence and imperialism. These limits were also due to the weaknesses of method proper to Brazilian economic thought. Bolaño found in Unicamp's Department of Economics something that communication studies interested in the "economic side" lacked: a cohesive theoretical body with its own methods and specific issues. Thus, Bolaño offers a concept of Cultural Industry suited to late capitalism.
doi:10.16921/chasqui.v1i142.4121 fatcat:axo6gq7lnzavhboowyvmcmwjm4