Polissemia: da atenção à significação DOI - 10.5752/P.2358-3428.2014v18n34p103

Kariny Cristina de Souza Raposo, Helena Maria Gramiscelli Magalhães
2014 Scripta  
Resumo Este trabalho tem como objeto de estudo investigar a significação linguística, sob uma ótica que a delineia como processo de conscientização. Seu corpus são os discursos interpretativos indiciados por registros que revelam estratégias polissêmicas e subsequente produção de sentido. Serão utilizadas como fundamentação teórica abordagens que se pautam pelo entendimento da significação como ação cognitiva que se desenvolve, reiteradamente, com intenções pragmáticas, educacionais, sociais,
more » ... cionais, sociais, psicológicas e políticas. Como unidade de análise, toma-se a relação entre significado e consciência. Objetiva-se a avaliar se a polissemia operaria como instrumento para (re) direcionar a atenção. Constitui também objeto de investigação o seguinte questionamento: se a polissemia envolve os vários sentidos do significado, seriam estes os elementos invariáveis em posição central e deflagrados pela atenção, a partir da experiência consciente (consciousness)? Palavras-chave: Significado. Atenção. Polissemia. Linguística Cognitiva. Consciência. Introdução Sob uma ótica que a delineia como processo de conscientização, e tendo como corpus discursos interpretativos indiciados por registros que revelam estratégias polissêmicas e subsequente produção de sentido, este artigo toma a significação linguística como seu objeto de estudo. Para realizar uma análise desse porte, serão utilizadas como fundamentação teórica abordagens que se pautam pelo entendimento da significação como ação cognitiva que se desenvolve, reiteradamente, com intenções pragmáticas, educacionais, sociais, psicológicas e políticas. Trabalha-se com um corpus previamente selecionado, composto por enunciados proferidos por SCRIPTA, Belo Horizonte, v. 18, n. 34, p.103-117, 2º sem. 2014 políticos (EPPs) e os utilizados por interlocutores em textos de humor. Esse corpus foi selecionado porque seus enunciados, em um primeiro plano de leitura, veiculam somente um sentido, mas, em um segundo, revelam a polissemia que atualiza outras significações na enunciação. Assim, tendo em vista o caráter processual deste trabalho, toma-se como unidade de análise a relação entre significado e consciência (MARCHETTI, 2010) em três instâncias distintas, porém, interligadas: isolamento -de experiências distintas; descontextualização -a significação não como compreensão de um objeto singular, mas de todos os objetos da classe, em quaisquer circunstâncias; congelamento -relação com a significação que possui o poder de congelar propriedades, e as relações que se associam a um signo, tornando seu uso relativamente estável no tempo e no espaço. A partir dessas características, objetiva-se avaliar se a polissemia, os vários sentidos do significado, operaria como instrumento para direcionar a atenção. Para tanto, este trabalho será subdividido nas seguintes seções: Significação linguística e conscientização; Linguística Cognitiva e polissemia; Significado linguístico e atenção; Análise e discussões.
doi:10.5752/p.2358-3428.2014v18n34p103 fatcat:3ll65dlsfjbxjkfnh7ivgjik6i