Memória visual e representação do rock e da jovem guarda nas capas de discos LP (1959-1970)

Herom Vargas, Mozahir Bruck
2020 E-Compós  
O rock brasileiro nos anos 1960 foi uma música de grande sucesso e importância para a indústria fonográfica. Dentre várias mídias, as capas de discos se destacam por representarem a música, a juventude e as articulações da memória na fotografia e no design. O objetivo deste artigo é entender a construção da memória do início do rock no Brasil e da jovem guarda por meio das representações visuais nas capas dos long-playings (LPs). O corpus compreende as discografias de 35 artistas, entre 1959 e
more » ... stas, entre 1959 e 1970. Usamos as noções de representação (Hall, 2016; Lotman, 1998); memória (Halbwachs, 1990; Huyssen, 2001; Pollak, 1989; Bosi, 2003; Ricouer, 2007); performance (Zumthor, 2010) e design (Dondis, 2003). O estudo destaca as representações de corpos e comportamentos, e como o design traduziu rock e juventude nas capas.
doi:10.30962/ec.2007 fatcat:cnmiqeno3rdk7g5uttlvd7ewva