O virtual que falta ao visual

Ângela Cristina Marques
2001 Aletria: Revista de Estudos de Literatura  
O filme Lisbon Story, de Wim Wenders, expõe o processo do fazer imagético e suas imbricações com o cotidiano da cidade de Lisboa. Através desse filme e de outras questões pretendo apontar que o caráter de visibilidade das imagens está carente da manifestação de sua virtualidade, ou seja, de seu potencial criativo e da força que transcede a imagem rumo á alteridade.<br /><br />
doi:10.17851/2317-2096.8.0.188-195 fatcat:n54gorsnrbbnbfbxmfy4hdw4iq