O habitus e o nada

Clóvis de Barros Filho
2008 Revista FAMECOS  
Neste artigo, o autor considera e analisa duas teorias, a de Sartre e a de Bourdieu, em relação ao objeto de pesquisa: o sujeito e sua dimensão fenomenológica.
doi:10.15448/1980-3729.2002.17.3153 fatcat:6q4mieccijante7bepele65hyu