Desenvolvimento neuropsicomotor de lactentes desnutridos

SS Mansur, FR Neto
2006 Brazilian Journal of Physical Therapy  
RESUMO Objetivos: O objetivo deste estudo foi analisar o desenvolvimento neuropsicomotor de lactentes com desnutrição leve e caracterizar seu perfil nutricional. Métodos: A pesquisa foi do tipo transversal, numa população de 374 lactentes e amostra de 31 desnutridos leve, entre 7 e 24 meses de idade, matriculados em creches municipais. O estado nutricional foi identificado pelo critério de Gómez e caracterizado por um questionário. Para a avaliação neuropsicomotora utilizou-se a Escala de
more » ... e a Escala de Desenvolvimento Psicomotor da Primeira Infância de Brunet e Lézine. Resultados: Os principais resultados do questionário mostraram: infecções respiratórias (48,4%); diarréias (71,0%); pais em união estável (61,3%); pais com ensino fundamental incompleto (74,2% das mães, 83,8% dos pais); renda familiar de 1 a 3 salários-mínimos (80,6%); aleitamento materno satisfatório (67,7%); reação adversa a algum alimento (41,9%). Entre os dados neuropsicomotores, as médias das Idades de Desenvolvimento da Linguagem (14,45 meses) e da Sociabilidade (14,74 meses) foram as que obtiveram os valores mais abaixo da média da Idade Cronológica (16,41 meses). Todas as áreas avaliadas obtiveram Quocientes de Desenvolvimento dentro da normalidade, porém, as áreas da Linguagem e da Sociabilidade foram classificadas em nível "normal baixo" e as outras em nível "normal médio". Conclusões: A avaliação neuropsicomotora é instrumento fundamental na assistência ao lactente desnutrido, que tende a apresentar deficiências nas áreas da Linguagem e Sociabilidade, fornecendo subsídios para observar sua atuação exploratória, efeito de seu pensamento, e planejar o trabalho intervencionista. Palavras-chave: desenvolvimento neuropsicomotor, lactentes, desnutrição. ABSTRACT Neuropsychomotor Development of Malnourished Babies Objective: The purpose of this study was to analyze the neuropsychomotor development of babies with slight malnutrition and to characterize their nutritional profile. Method: This was a cross-sectional survey on a population of 374 babies and a sample of 31 babies with slight malnutrition, aged between 7 and 24 months, enrolled in municipal day nurseries. Their nutritional status was identified using the Gómez criteria and characterized using a questionnaire. For the neuropsychomotor evaluation, the Brunet and Lézine Psychomotor Development Scale for Early Infancy was utilized. Results: The main data from the questionnaire were: respiratory infections (48.4%); diarrhea (71.0%); parents in stable union (61.3%); parents with incomplete basic education (74.2% of mothers; 83.8% of fathers); family income between 1 and 3 minimum salaries (80.6%); satisfactory breast feeding (67.7%); and adverse reaction to some food (41.9%). Among the neuropsychomotor data, the mean ages for language development (14.45 months) and social development (14.74 months) were the measurements furthest behind the mean chronological age (16.41 months). All the characteristics evaluated had development quotients within normal values. However, the language and social characteristics were classified as "low normal" and the others as "medium normal". Conclusions: Neuropsychomotor evaluation is an essential instrument in caring for malnourished babies, who tend to present deficiencies in language and sociability. This provides backing for observation of such children's exploratory actions (the consequences of their thoughts) and to plan interventionist work.
doi:10.1590/s1413-35552006000200008 fatcat:lzgec7xkyna23ew45tolpl7hwe