Percepção sobre o uso de plantas medicinais e impactos no Cerrado na região da Cidade de Goiás (GO)

Debborah Gonçalves Bezerra, Nariel Aparecida de Arruda, Pedro Paulino Borges, Rafael Batista Ferreira, Patrícia Lima D'Abadia, Carlos de Melo e Silva Neto, Murilo Mendonça Oliveira de Souza
2020 Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA)  
O uso de plantas medicinais para fins terapêuticos é uma prática utilizada desde os primórdios da humanidade até os dias atuais. O Cerrado é considerado um hotspot de biodiversidade. De toda a diversidade florística existente no bioma há aproximadamente 220 espécies medicinais que são utilizadas diretamente pelo homem. O objetivo do trabalho foi avaliar a percepção de moradores da Cidade de Goiás sobre o uso de plantas medicinais e os impactos ambientais sobre a vegetação do Cerrado. Foram
more » ... Cerrado. Foram feitas 40 entrevistas com moradores do Município através da abordagem direta com a utilização de um questionário semiestruturado, as perguntas foram relativas ao uso de plantas medicinais e a percepção dos impactos ambientais sobre a vegetação da região. As espécies mais citadas foram Lippia alba, Stryphnodendron adstringens, Lychnophora spp. e Vernonanthura polyanthes, a parte da planta mais utilizada é a folha, seguida da casca. Grande parte das pessoas identificam o Cerrado pelas plantas, a maioria citou Anacardium spp. e Caryocar brasiliense, 92% delas afirmaram perceber diminuição das plantas medicinais com o passar dos anos, o desmatamento foi apontado como a principal causa, seguido de extrativismo predatório. O uso de plantas medicinais na região da Cidade de Goiás é uma prática comum e importante para a população, no entanto, os entrevistados relataram que com o passar do tempo a vegetação tem diminuído devido a ação do homem. Desse modo torna-se necessário medidas de conscientização e proteção do Cerrado para a manutenção da biodiversidade e da cultura popular relacionada ao uso das plantas medicinais.
doi:10.34024/revbea.2020.v15.10417 fatcat:6z2d3uucwnfsrivq2hvylkldf4