Profile of hospitalizations and prevalence of conditions sensitive to primary care in a university hospital

Lucia Aparecida de Souza, Ricardo de Mattos Russo Rafael, Anna Tereza Miranda Soares de Moura, Mercedes Neto
2017 Revista da Rede de Enfermagem do Nordeste  
Objective: to describe the profile of hospitalizations and the prevalence of conditions sensitive to primary care in the medical clinic sector. Methods: exploratory cross-sectional study with 197 subjects hospitalized for over 24 hours. Data collected from interviews and medical records collection of hospitalized patients in the sector and analyzed through descriptive statistics. Results: adults, females, black skinned people, with 4-12 years of schooling, belonging to class C and residents of
more » ... he urban zone predominated among the hospitalized people. The prevalence of hospitalizations due to sensitive conditions was 20.8% (Confidence Interval 95.0%: 15.7/27.1). Diseases of the respiratory tract, skin and subcutaneous tissue presented higher prevalence than the general estimate of hospitalizations for conditions sensitive to Primary Care. Conclusion: hospitalizations occurred predominantly in middle-class adults with up to 12 years of schooling. The frequency of hospitalizations due to sensitive conditions was high, and mainly due to circulatory, respiratory, digestive and genitourinary diseases. Objetivo: descrever o perfil das internações e a prevalência de condições sensíveis à atenção primária no setor de clínica médica. Métodos: estudo exploratório transversal com 197 sujeitos internados há mais de 24 horas. A coleta de dados ocorreu com entrevistas e coleta de prontuário de pacientes hospitalizados no setor. A análise foi estatística descritiva. Resultados: observou-se predomínio de internações de adultos, do sexo feminino, negros, com estudo entre quatro e 12 anos, de classe C e residentes da zona urbana. A prevalência de internações por condições sensíveis foi de 20,8% (Intervalo de Confiança de 95,0%:15,7/27,1). As doenças do aparelho respiratório, pele e tecido celular subcutâneo apresentaram prevalências superiores à estimativa geral de internações por condições sensíveis à Atenção Primária. Conclusão: as internações ocorreram, predominantemente, em adultos de classe média e com até 12 anos de estudo. As internações por condições sensíveis foram elevadas, sobretudo por doenças do aparelho circulatório, respiratório, digestivo e geniturinário.
doi:10.15253/2175-6783.2017000400010 fatcat:25vorim4ovhphcdhtdbimdx5su