"O primeiro episódio psicótico na perspectiva do familiar do portador de esquizofrenia" [thesis]

Fernanda Sinatora
AGRADECIMENTOS A Deus, por me dar forças e me levar ao encontro de pessoas iluminadas no decorrer de minha trajetória profissional e pessoal. A Profa. Maria Conceição B. de Mello e Souza, que conduziu meu aprendizado com afinco, dedicação, competência profissional, afeto e muita paciência! Aos meus queridos familiares, pela aprendizagem do amor. Aos familiares que me permitiram conhecer um pouco de suas histórias e que possibilitaram a concretude deste trabalho. Aos profissionais do Caps II,
more » ... o apoio oferecido e por permitirem que este trabalho fosse realizado. A Profa. Vânia que com seus ensinamentos e ternura me mostrou a Psiquiatria e o interessante trajeto da pesquisa. As Profas.Sueli Galera e Toyoko Saeki por compartilhar conhecimentos e acompanhar o meu percurso. A minha coordenadora e amiga Jaira pela confiança, paciência e disponibilidade em auxiliar o meu crescimento. A amiga Mariana, que mesmo não estando ao meu lado, sempre esteve em meu coração, presente em minha caminhada. A todos aqueles que se fizeram presentes e participaram deste caminhar. Em especial, A amiga Sandra, pela luz que oferece e por compartilhar importantes momentos nesta trajetória. RESUMO SINATORA, F. O primeiro episódio psicótico na perspectiva do familiar do portador de esquizofrenia. 2005. 117p. Dissertação (Mestrado) -Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2005. A proposição deste estudo se configura em dois momentos, a princípio, descrever a experiência de familiares de portadores de esquizofrenia no primeiro episódio psicótico e, em um segundo instante, compreender como é o cotidiano destes familiares. Com o intuito de salientar e analisar a realidade social de uma determinada população, sendo esta permeada por uma infinidade de significações, optamos pela utilização dos pressupostos do método qualitativo. Para tanto, nos baseamos no estudo de caso, que fornece de forma aprofundada, o conhecimento de uma instância singular.Os colaboradores do presente estudo foram quatro famílias que possuíam um de seus membros vinculados a um serviço aberto do interior paulista, CAPS-II e, estes últimos, consistiam em portadores de esquizofrenia por um período de no máximo cinco anos. Para a coleta de dados foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, sendo estas gravadas e posteriormente, transcritas pelo próprio pesquisador. Após a construção de um conjunto de categorias descritivas, a análise dos dados permitiu a identificação de cinco temáticas relacionadas ao convívio de familiares durante o primeiro episódio psicótico, sendo elas: a família frente ao primeiro episódio psicótico, trajetória percorrida durante o adoecimento; razões e dificuldades em aceitar o "adoecer psíquico"; preocupação com o trabalho e a ociosidade e o cotidiano dos portadores de esquizofrenia e familiares. Foi possível constatar no decorrer deste estudo que familiares nesta situação atravessam momentos difíceis, dolorosos, conflitantes mas mesmo assim, seus depoimentos ainda são permeados por forte esperança na remissão dos sintomas clássicos da esquizofrenia e que suas vidas "retornarão" à normalidade. Entretanto, para amenizar as dificuldades relatadas por estes núcleos familiares faz-se necessário maior investimento na equipe multiprofissional que compõem os serviços de saúde tidos como "portas de entrada", como é o caso do hospital geral, por este constituir no primeiro local de acesso, como também, a criação de novas estratégias no atendimento desta população nos serviços abertos. Descritores: relações familiares, esquizofrenia, transtornos psicóticos. RESUMEN SINATORA, F. El primer episodio sicótico las vivencias de la familia del portador de esquizofrenia. 2005. 117 p. Disertación (Mestrado) -Escuela de Enfermeria de Ribeirão Preto, Universidad se São Paulo, Ribeirão Preto, 2005 La proposición deste trabajo configurase en dos momentos, en principio, describir la experiencia de familiares de portadores de esquizofrenia en el primero episodio sicótico y en un según instante, comprender como és el cotidiano destes familiares. Con el intuito de salientar y analizar la realidad social de una determinada populación, siendo esta permeada por una infinidad de significaciones, optamos por la utilización de los presupuestos del metodo calitativo. Para tanto, nos basiaremos en estudios de caso, que abastece de forma aprofundada, el conocimiento de una instancia singular. Los colaboradores del presiente estudio fueran quatro familias que posseiam uno de sus membros vinculados a un servicio abierto del interior paulista, CAPS-I y, estes ultimos, consistian en portadores de esquizofrenia por un periodo a lo más cinco años. Para la coleta de dados fuera realizadas entrevistas semi-estruturadas, siendo estas grabadas y posteriormente trascrita pelo proprio pesquisador. Después a construción de un conjunto de categorias descriptiva (Lüdke & André, 1986), la analise de los dados permitió la identificación de cinco tematicas relacionadas al convivio de familiares durante el primero episodio sicótico, siendo ellas: la familia frente al primero episodio sicotico, trayectoria discurrida durante el adolecimiento; razón y dificuldades en aceptar el "adolecer psiquico", preocupacion con el trabajo y la ociosidad y el cotidiano de los portadores de esquizofrenia y familiares. Fue posible constatar en el decorrer deste estudio que la familia en esta situación atravesa momentos dificeis, dolorosos, conflitantes, mas mismo así, sus depoimentos ainda son permeados por fuerte esperanza en la remisión de los sintomas clásico de la esquizofrenia y qué sus vidas "retornaran" a normalidad. Entretanto, para amenizar las dificuldades relatadas por estes núcleos familiares hace necesario mayores investimientos en la atención primaria por estes construir en el primero local de acesso, cómo también, la creación de nuevas estrategias en el atendimiento desta populación en los servicios abiertos. Descritores: relaciónes familiares, esqizofrenia, transtornos sicóticos. ABSTRACT SINATORA, F. The first psychotic episode at the perspective of the schizophrenia's families. 2005. 117p. Dissertation (Master) -School of Nursing of Ribeirão Preto, University of São Paulo, Ribeirão Preto, 2005. The purpose of this study configures at two moments, at first, describe the experience of familiar of carriers of schizophrenia in first psychotic episode and, in a second instant, understand the daily of these families. With intention to point out and to analyze the social reality of one determined population, being this an infinity of significances, we opt to the use of the estimated ones of the qualitative method. For in such a way, on we base them on the case study that it supplies of deepened form, the collaborating singular. The knowledge of an instance of the present study they had been four families whom one of its entailed members to an open service of the São Paulo, Caps II, these last ones, consisted of carriers of schizophrenia for a period of in the maximum five years. For the collection of data recorded and later, transcribing ones for the proper researcher had been carried through half-structuralized interviews, being these. After the construction of a set of descriptive categories, the analysis of the related data allowed the identification of five thematic ones to the conviviality of familiar during the first psychotic episode, being they: the family front to the first psychotic episode, trajectory covered during the disturbance; reasons and difficulties in accepting "the psychic disorder" concern with the work and the idleness and the daily one of the familiar carriers of schizophrenia and. It was possible to evidence in elapsing of this study that the family in this situation crosses difficult moments, painful, conflicting but exactly thus, its depositions still are strong hope in the remission of the classic symptoms of the schizophrenia and that its lives "will return" to normality. However, to brighten up the difficulties told for these familiar nuclei one becomes necessary greaters investments in the professionals of general hospitals, because its to constitute in the first place of access, as also, the creation of new strategies in the attendance of this population in the open services.
doi:10.11606/d.22.2005.tde-22112005-091930 fatcat:6tmp3wlnrfgulchljcqaexjov4