O subcampo do ensino secundário em Santa Catarina (1942-1961)

Norberto Dallabrida, Letícia Vieira
2020 Revista da FAEEBA. Educação e Contemporaneidade  
Este artigo analisa como ocorreu a expansão do ensino secundário no estado de Santa Catarina de 1942 (Reforma Capanema) a 1961 (LDB), considerando as redes privadas e o ensino público. Para tanto, adota a perspectiva de Pierre Bourdieu que concebe o espaço social formado por campos e subcampos, constituídos por leis, jogos e capitais específicos. Assim, o ensino secundário é considerado um subcampo que integra o campo educacional catarinense. Constata que, de 1942 a 1961, o ensino secundário
more » ... nsino secundário catarinense teve uma expansão inédita devido ao aumento dos colégios católicos, à fundação de educandários luteranos, ao oferecimento de cursos ginasiais e colegiais pelo governo estadual em escolas normais e institutos de educação. O subcampo do ensino secundário em Santa Catarina, portanto, foi marcado pela privatização dominada pela rede escolar católica.
doi:10.21879/faeeba2358-0194.2020.v29.n59.p30-42 fatcat:hlgx63b5ovdkbop5wi6g54eqda