Resposta da alface tipo americana a doses e épocas de aplicação de molibdênio em cultivo de inverno

Geraldo Milanez de Resende, Jony Eishi Yuri, José Hortêncio Mota, Rovilson José de Souza
2008 Ciência e Agrotecnologia  
Foram conduzidos três experimentos no período de maio a julho de 2002, no município de Três Pontas - MG, com o objetivo de avaliar a influência de doses de molibdênio sobre a produtividade da alface tipo americana. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso com cinco doses de molibdênio (0, 35,1; 70,2; 105,3 e 140,4 g/ha) e 4 repetições, aplicadas via foliar em três diferentes épocas (14, 21 e 28 dias após o transplantio). Para matéria fresca total, constataram-se efeitos quadráticos nas
more » ... quadráticos nas quais as doses de 83,7; 77,2 e 81,9 g/ha de molibdênio proporcionaram as maiores produtividades aos 14, 21 e 28 dias após o transplantio. A maior produtividade de matéria fresca comercial foi obtida com a aplicação aos 28 dias após o transplantio na dose de 77,5 g/ha de molibdênio. O maior comprimento de caule foi obtido com a dose de 85,6 g/ha de molibdênio. Não se observou efeitos significativos dos tratamentos para circunferência da cabeça comercial.
doi:10.1590/s1413-70542008000100021 fatcat:tzzs5kludngqzpz6zwjwtcrk5i