Prevalência de anticorpos anti-Neospora caninum (Apicomplexa: Sarcocystidae) em bovinos leiteiros de propriedades rurais em três microrregiões no estado do Maranhão

Whaubtyfran C. Teixeira, Rosângela S. Uzêda, Luís F.P. Gondim, Maria I.S. Silva, Helder M. Pereira, Leucio C. Alves, Maria A.G. Faustino
2010 Pesquisa Veterinária Brasileira  
Objetivou-se, no presente estudo, pesquisar a prevalência de anticorpos anti-Neospora caninum em 812 amostras de soros sangüíneos de bovinos leiteiros procedentes de propriedades rurais de sete municípios das microrregiões de Itapecuru-Mirim, Médio Mearim e Presidente Dutra, estado do Maranhão, Brasil. Para o cálculo do tamanho da amostra, considerou-se um soroprevalência de 34,7% para N. caninum, com erro máximo de 9,5% e intervalo de confiança de 95%. Para a detecção da presença de anticorpos
more » ... sença de anticorpos da classe IgG, utilizou-se a técnica de Imunofluorescência Indireta (IFI), com ponto de corte 1:200, usando como antígeno, taquizoítos da cepa NC-1, mantida em cultura celular no Laboratório de Diagnóstico das Parasitoses dos Animais da Escola de Medicina Veterinária da UFBA. Do total de amostras analisadas, encontrou-se uma prevalência de 50,74%. Os títulos variaram de 1:200 a 1:6400, assim distribuídos: 108 (26,21%) amostras de soro apresentaram título de 1:200; 132 (32,04%) 1:400; 94 (22,81%) 1:800; 46 (11,16%) 1:1600; 23 (5,58%) 1:3200 e nove (2,18%) com títulos de 1:6400. Dentre as microrregiões, a Itapecuru-Mirim apresentou o menor percentual de animais soropositivos (20,69%) e Presidente Dutra o maior (47,66%). Com relação à variável sexo, observou-se maior prevalência de sororreagentes nas fêmeas (46,80%) do que nos machos (52,46%). Não se verificou diferença significativa (P>0,05) para as variáveis microrregiões, sexo e idade. Conclui-se que os bovinos leiteiros das regiões estudadas estão expostos à infecção por N. caninum.
doi:10.1590/s0100-736x2010000900004 fatcat:rk7f6kgjwrhh7hd3yz2n6xheba