AVALIAÇÃO DE AGENTES PRECIPITANTES PARA PRODUÇÃO DE AGREGADOS DE LIGAÇÃO CRUZADA (CLEAS) DA ENZIMA Β-GLICOSIDASE PRODUZIDA POR ASPERGILLUS NIGER / EVALUATION OF PRECIPITATING AGENTS FOR THE PRODUCTION OF CROSS-LINKED AGGREGATES (CLEAS) OF THE ENZYME Β-GLYCOSIDASE PRODUCED BY ASPERGILLUS NIGER

Thiago Martins da Cunha, Caio Filipe Morais Lucindo Ferreira, Joelise de Alencar Figueira Angelotti
2020 Brazilian Journal of Development  
RESUMO As enzimas já se apresentam como uma realidade em muitos processos industriais, tornando-os menos nocivos ao meio-ambiente através de sua especificidade, reduzindo produção de subprodutos e etapas de purificação. Entretanto, para muitas aplicações a perda da estabilidade, assim como o custo se apresentam como entraves para novas aplicações. A técnica de imobilização de enzimas é uma das tecnologias que podem minimizar estes entraves, permitindo a reutilização das mesmas e aumentando sua
more » ... s e aumentando sua rigidez e estabilidade operacional. Dentre as técnicas de imobilização, a técnica de Cleas que consiste na reticulação da enzima sem a necessidade de um suporte sólido, através de ligações cruzadas utilizando um agente bifuncional vem chamando atenção devido a combinação de purificação e imobilização em um único estágio. O objetivo desse trabalho foi avaliar diferentes solventes na precipitação da enzima β-glicosidase para posterior produção de Cleas, os solventes avaliados foram etanol, propanona, metanol, 2-propanol, n-butanol e éter-etílico. Após a precipitação foi realizada a determinação da atividade enzimática e da concentração de proteínas nos sobrenadantes e precipitados. Os autores concluíram que o solvente que apresentou resultados mais promissores para a produção de Cleas ABSTRACT Enzymes already present themselves as a reality in many industrial processes, making them less harmful to the environment through their specificity, reducing production of sub-products and purification steps. However, for many applications the loss of stability, as well as the cost present Brazilian Journal of Development Braz.
doi:10.34117/bjdv6n10-465 fatcat:ms252vxeujabvo7xkljwiswvqq