PERFIL SEXUAL DE GESTANTES ATENDIDAS EM PRÉ-NATAL DE ALTO RISCO

Jacqueline Mazzotti Cavalcanti da Silva, Raquel Mazzotti Cavalcanti da Silva, Raisa De Oliveira Pereira, Marco Antônio Prado Nunes, Antônio Souza Lima Júnior, Júlia Maria de Gonçalves Dias
2020 Revista Brasileira de Sexualidade Humana  
Objetivo: Avaliar os problemas sexuais mais frequentes em gestantes com gravidez de alto risco e associação entre fatores sociais e comportamentais no período gravídico. Método: Estudo transversal, desenvolvido no Centro de Atenção Integrada à Saúde da Mulher, na cidade de Aracaju-SE. Amostra da pesquisa teve um total de 200 pacientes que assinaram o Termo de Consentimento. As diferenças entre proporções foram testadas por meio do teste qui-quadrado de Pearson ou teste exato de Fisher. Para a
more » ... de Fisher. Para a análise das comparações da média de duas amostras independentes foi utilizado o teste estatístico de associação t de Student. O estudo foi submetido e aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, protocolo: CAAE nº 15436913.5.0000.5546. Resultados: Em relação à presença de problemas sexuais na gestação, houve mais frequência em mulheres da capital com 66%, maior instrução 67%, com história de aborto 62%, no terceiro trimestre 63%. As entrevistadas relataram ausência de libido em 64%, e ausência de orgasmo em 70%. O problema mais relatado, com 31%, foi dificuldade nas posições sexuais devido ao volume do abdome, o que justificaria a posição mais frequente ser os dois de lado, com 56%. Conclusão: Problemas sexuais ocorrem com maior frequência em pacientes gestantes com maior escolaridade, no terceiro trimestre e com algum problema sexual prévio.
doi:10.35919/rbsh.v25i1.166 fatcat:2qtkazlnxjdppe6yoxorhmf73a