Impacto do uso da pinça seladora ou do bisturi harmônico nos desfechos intra-hospitalares e no custo de procedimentos de tireoidectomia

Fabricia Bersi da Silva, Ana Claudia de Oliveira Limoeiro, Juliana Del Bianco, Vanessa Teich, Nelson Teich, José Carlos Teixeira, Ana Luiz Vasconcelos, Camila Sardenberg
2012 Einstein (São Paulo)  
OBJETIVOS: Analisar tempo cirúrgico, tempo de internação, sangramento, escore de dor no período pós-operatório e custo referente aos procedimentos de tireoidectomia com utilização de pinça seladora ou bisturi harmônico, comparando-os à técnica convencional. MÉTODOS: Análise retrospectiva das tireoidectomias, realizadas entre 2007 e 2010, pela técnica convencional e com uso de pinça seladora ou bisturi harmônico. Foram analisados: gênero, idade, diagnóstico principal e tipo de procedimento. Os
more » ... procedimento. Os desfechos analisados foram: duração do procedimento, tempo de permanência hospitalar, necessidade de transfusão de hemoderivados, dor e custo da internação. As conclusões foram baseadas em um nível de significância de 5%, e as análises estatísticas foram realizadas utilizando o software R. RESULTADOS: Para o desfecho "duração da cirurgia", o uso da pinça seladora resultou em aumento médio de, aproximadamente, 47 minutos, quando comparado à técnica convencional (p<0,001) e o uso do bisturi harmônico levou à redução média de, aproximadamente, 32 minutos, quando comparado à técnica convencional (p<0,001). Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos quanto ao uso de hemoderivados e escore de dor. Procedimentos que utilizaram pinça seladora ou bisturi harmônico apresentaram custo superior quando comparados àqueles com a técnica convencional. CONCLUSÃO: O uso do bisturi harmônico mostrou-se favorável na redução do tempo cirúrgico, porém não foi observada redução no tempo de hospitalização. O custo do procedimento foi mais alto em relação à técnica convencional. O uso da pinça seladora não trouxe vantagens com relação aos desfechos, e o custo do procedimento foi maior quando comparado à técnica convencional.
doi:10.1590/s1679-45082012000300017 pmid:23386017 fatcat:yrqubqaurfbmtlmip6jnbqzzuy