HIV/AIDS e Treinamento Concorrente: a Revisão Sistemática

Alexandre Ramos Lazzarotto, Luís Fernando Deresz, Eduardo Sprinz
2010 Revista Brasileira de Medicina do Esporte  
O uso da terapia anti-retroviral combinada (TARV) aumentou a expectativa de vida dos portadores do vírus da imunodeficiência humana (HIV) e, como conseqüência, torna-se constante o estudo do processo fisiopatológico da infecção e das estratégias de intervenção que possam melhorar a qualidade de vida destes indivíduos. O treinamento concorrente, definido como a associação dos componentes aeróbios e força na mesma sessão de exercícios pode ser inserido neste contexto. O objetivo deste artigo é
more » ... o deste artigo é revisar os aspectos centrais da infecção pelo HIV e as evidências existentes sobre o treinamento concorrente com séries múltiplas e simples nos parâmetros imunológico, virológico, cardiorrespiratório e neuromuscular de pessoas infectadas pelo HIV. O método utilizado foi uma revisão sistemática, com artigos publicados entre 2000-2007, nas bases de dados scielo e pubmed e também em dissertações e teses da biblioteca digital da educação física, esporte e saúde. As evidências científicas encontradas nos 8 estudos analisados indicam que o treinamento concorrente, tanto com séries múltiplas quanto séries simples, melhora os parâmetros cardiorrespiratório e neuromuscular; no entanto, os resultados dos parâmetros imunológico e virológico ainda não estão completamente esclarecidos, principalmente sobre os protocolos com séries simples. Considerando o número restrito de trabalhos apresentados, sugere-se o desenvolvimento de estudos com treinamento concorrente em vários desfechos clínicos para pessoas infectadas pelo HIV.
doi:10.1590/s1517-86922010000200015 fatcat:w223chh6bjc5xii2sxcsc56yh4