Coordenação do cuidado e ordenação das redes de atenção à saúde: estudo qualitativo com trabalhadores de nível superior da Estratégia Saúde da Família

Rosecléa Cristina Cremonese Ensslin, André Luis Alves de Quevedo
2020 Research, Society and Development  
Introdução: o Sistema Único de Saúde (SUS) é um sistema organizacional para reordenar os serviços e as ações em saúde no território brasileiro. Assim, é imperiosa a necessidade de que os trabalhadores em saúde conheçam o sistema no qual estão inseridos, para que os usuários se sintam acolhidos em qualquer âmbito do SUS. Objetivo: conhecer os elementos facilitadores e dificultadores na visão de cinco trabalhadores em saúde, de nível superior, da Estratégia Saúde da Família (ESF), de um município
more » ... F), de um município de pequeno porte do Estado do Rio Grande do Sul, em relação à coordenação do cuidado dos usuários e ordenação das Redes de Atenção à Saúde. Metodologia: trata-se de um estudo qualitativo, realizado em 2019, no qual os sujeitos da pesquisa responderam a uma entrevista qualitativa semiestruturada. Resultados: como elementos facilitadores foram destacados o acolhimento, as teleconsultorias, a resolutividade do cuidado, o conhecimento dos problemas da população, a equipe preparada e bem relacionada, a rede de atenção estruturada. Já os elementos dificultadores foram a descentralização não organizada, a alta demanda, o demasiado tempo de espera para o atendimento na média e alta complexidade, as dificuldades econômicas estruturais e a inadequada gestão clínica dos usuários crônicos. Conclusão: por fim, traz-se que cabe à gestão e às equipes a reorganização e o fortalecimento do trabalho, no sentido de minimizar os problemas e solidificar as potencialidades, fazendo com que a ESF e o SUS sejam realmente efetivos e eficazes.
doi:10.33448/rsd-v9i9.7609 fatcat:ypztnszanfcrhijkptt5bfhvo4