As dinâmicas da(s) ciência(s) no perímetro do centro: Uma cultura científica de fronteira?

João Arriscado Nunes
2002 Revista Crítica de Ciências Sociais  
As dinâmicas da(s) ciência(s) no perímetro do centro: Uma cultura científica de fronteira? Procura-se, neste artigo, equacionar as condições de translocalização e de globalização das ciências modernas, bem como as condições específicas da sua institucionalização e da actividade científica em sociedades que, como Portugal, se situam na semiperiferia do sistema-mundo. Dada a sua condição de sociedade semiperiférica integrada numa região central do sistema-mundo -a União Europeia -, Portugal
more » ... a -, Portugal apresenta especificidades que são examinadas a propósito do recente processo recente de criação e institucionalização de um sistema nacional de investigação e desenvolvimento, e que configuram uma cultura científica de fronteira.
doi:10.4000/rccs.1279 fatcat:3umyotisbbbrxkndooxfdlbrva