Língua de especialidade da pesca é metáfora conceptual?

Cristiane Fernandes Moreira
2017 Cadernos de Estudos Linguísticos  
O objeto de estudo refere-se aos termos técnicos da pesca artesanal cujos conceitos são formados por metáforas conceptuais. Tem como objetivo tecer considerações acerca do fenômeno da metáfora conceptual a partir da TMC (Teoria da Metáfora Conceptual), proposta por Lakoff e Johnson e da ciência que se preocupa em descrever os discursos especializados nas áreas de atividade, a Terminologia, notando que toda profissão possui vocabulário próprio, um glossário que permite comunicação mais efetiva
more » ... ação mais efetiva entre os que trabalham em determinada área de conhecimento humano. É uma proposta de estudo que relaciona teoria e empiria. Uma das hipóteses é a de que o polo linguagem e pensamento interage na produção das metáforas presentes no vocabulário dos pescadores e na estrutura léxico-conceptual da linguagem, e estabelece relações entre as unidades lexicais, a partir da rede ontológica mais geral. O método utilizado para explorar a temática tem como base aplicações de inquéritos linguísticos com pessoas que trabalham na pesca daquela comuna. É constituído por textos orais. Para tanto, empregam-se a análise de corpus (corpus analysis), em que se explora o fenômeno particular de interesse; a metodologia com base no uso e o PIM (Processamento de Identificação da Metáfora). A coleta e análise dos dados seguem o exemplo da análise por protótipos. Os principais achados revelam que há existência de dois planos: o plano conceptual (que relaciona conceitos) e o plano da expressão (as palavras que são usadas para exprimir esses conceitos) para demonstrar que a metáfora não é aleatória, mas se baseia na relação entre conceitos próximos ou distantes, na rede radial de conceitos. Assim, como (in) conclusão, espera–se que uma das principais contribuições desse trabalho para o campo seja a aplicação do modelo da metáfora conceptual sobre a natureza dos mecanismos cognitivos nos termos técnicos de uma língua de especialidade.
doi:10.20396/cel.v59i2.8650226 fatcat:xs2nubgtnbauxpm6xospxamntq