Por que o pluralismo interessa à epistemologia?

Valter Alnis Bezerra
2018 Revista de Filosofia Moderna e Contemporânea  
Neste texto faz-se uma reflexão acerca do valor cognitivo do pluralismo, pensado tanto no âmbito do conhecimento científico quanto do conhecimento filosófico. Inicialmente, são apresentadas diferentes formas de pluralismo que caracterizam várias dimensões do conhecimento científico (com destaque para o pluralismo de temas científicos, de estilos de pensamento, de teorias, de metodologias, e de formas de racionalidade). Em seguida, são apresentados os contornos de um argumento visando
more » ... visando estabelecer a importância do pluralismo como um valor do conhecimento científico, na medida em que, dentro de uma visão coerencial, o pluralismo seria conducente a uma maior robustez do conhecimento. Finalmente, procura-se transpor esse argumento para o âmbito do conhecimento filosófico, e estabelecer o pluralismo como um valor cuja realização seria desejável também em filosofia. Para possibilitar essa transposição entre domínios, faz-se necessário considerar o problema da distinção entre filosofia e ciência enquanto formas de conhecimento, bem como a suposta ausência de caráter empírico da filosofia. Procura-se dar conta de certas objeções de caráter geral à visão de conhecimento proposta, sustentando que uma realização em alto grau do pluralismo não conduz, necessariamente, nem à estagnação e ao conservadorismo, nem à fragmentação do conhecimento.
doi:10.26512/rfmc.v6i1.20237 fatcat:zlagotsgkjf6fft75bdiq62iuq