Qualidade fisiológica de sementes de soja convencional e transgênica RR produzidas sob aplicação foliar de manganês

Everson Reis Carvalho, João Almir Oliveira, Carla Massimo Caldeira
2014 Bragantia  
Sementes de soja com alta qualidade fisiológica são essenciais à obtenção de produtividade elevada e um dos fatores que afetam a produção de sementes é a nutrição mineral. O objetivo neste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação foliar de manganês, em diferentes doses e estádios de aplicação, na qualidade fisiológica de sementes de soja, em cultivares convencionais e em suas derivadas transgênicas RR, com distintos teores de lignina do tegumento. O ensaio foi conduzido em blocos
more » ... blocos casualizados, com três repetições e esquema fatorial 4 x 4 x 2, sendo quatro cultivares de soja, duas convencionais e suas derivadas transgênicas RR (BRS Celeste e BRS Baliza RR; BRSGO Jataí e BRS Silvânia RR), quatro doses de Mn via foliar (0; 200; 400 e 600 g Mn ha-1) e dois estádios de aplicação (R1 e R3). A qualidade fisiológica das sementes foi estimada, antes e após seis meses de armazenamento, por meio dos testes: Germinação, Envelhecimento acelerado, Emergência de plântulas, Condutividade elétrica e Tetrazólio (Viabilidade, vigor e danos mecânicos). Realizou-se também a quantificação de lignina no tegumento das sementes. A aplicação foliar de Mn proporciona incrementos na qualidade fisiológica nas sementes de soja produzidas. Sementes das cultivares de soja Celeste e Baliza RR apresentam melhor qualidade fisiológica quando comparadas às de Jataí e Silvânia RR. Sementes de cultivares de soja com maior teor de lignina no tegumento não apresentam necessariamente melhor qualidade fisiológica, sendo a qualidade das sementes relacionada a outros fatores intrínsecos ao genótipo.
doi:10.1590/1678-4499.0096 fatcat:2cwguciojzdfzbv764tetebs5e