INCIDÊNCIA DE SEPSE EM UMA UTI NEONATAL NO ANO DE 2011 NO INTERIOR DE SÃO PAULO Graziele Pinto Mileo

Luana Maria De Oliveira, Maria Martins, Faculdades Enfermeira, Teresa Integradas, Ávila D', Del Salvador, Buenos Aires, Argentina Vanessa De Brito, Poveda Professora
unpublished
RESUMO Realizou-se essa pesquisa considerando-se as sepses ocorridas em 2011, numa UTI neonatal em uma cidade do Vale do Paraíba, São Paulo. Seu objetivo foi a quantificação e qualificação das sepses, observando-se: tempo de internação, idade gestacional, sexo, via de parto e procedência. Relacionaram-se os microorganismos responsáveis pelas infecções, apresentando o desfecho, analisando o peso ao nascer e descrevendo o tratamento utilizado. É um estudo exploratório com pesquisa qualitativa e
more » ... isa qualitativa e quantitativa, pesquisa de campo e estudo dos casos de 20 neonatos. A Staphylcoccus Aureus foi a bactéria mais encontrada. Para que esse tipo de sepse seja evitado, ou reduzido, é relevante que além de conhecimento técnico, haja profissionais conscientes de que simples procedimentos de higiene são aliados na diminuição da ocorrência desta bactéria. ABSTRACT This research was done considering the sepsis ocurred in 2011, in a Neonatal UTI in a city from Parayba Valley, São Paulo. Its main goal was the quantification and qualification of sepsis observing: time of admission, gestational age, gender, kind of birth e precedence of sepsisis. There were relationated the responsible microorganisms for the infection, presenting the outcome, analizing the birthweight and describind the utilized treatment. It is na exploratory study with qualitative and quantitative, Field research and case study of 20 neoborns. The Staphylcoccus Aureus was the most found bacteria. For avoiding, or reduce this kind of problem it is relevant that besides technical knowledge, the professionals be aware of hygine simple procedures can be allies in the reduction of the occurrence of this bacteria.
fatcat:rlowwaurd5dule3r2iooxcecoi