Cadernos de planejamento de professoras como documento histórico

Lucas Gonçalves Soares
2019 Revista Latino Americana de Estudos em Cultura e Sociedade  
Este trabalho é parte de uma pesquisa em andamento a nível de Doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade Federal de Pelotas, orientada pela Profª. Drª. Eliane Peres. O estudo insere-se no campo da História da Educação, tendo como objetivo geral investigar em cadernos de planejamento de professoras dos anos iniciais, a partir da década de 1960, o trabalho com a leitura literária suas mudanças, ausências e permanências. Neste texto, pretendo apresentar as fontes de
more » ... as fontes de pesquisa/documentos históricos- cadernos de planejamentos de professoras – todos destinados ao que hoje denominamos anos iniciais, totalizam 225, provenientes do acervo: Cadernos de planejamento (diários de classe) de professoras, pertencente ao grupo de pesquisa da História da Alfabetização, Leitura e Escrita e dos Livros Escolares – HISALES. Tais cadernos, contêm planejamentos manuscritos nos quais são registradas as atividades cotidianas previstas pela professora, feitos previamente às aulas, ou seja, são os planejamentos diários para rotina em sala de aula. A motivação para a escolha deste tema de pesquisa justifica-se, sobretudo, pelo fato de que nos planejamentos de professoras contém a intenção do que poderia ser desenvolvido na prática com os alunos aos quais se destinam. Por isso, acredito que através do levantamento de dados nesses documentos seja possível analisar de que maneira a leitura literária se inseria nos planejamentos ao longo das décadas de 1960 até 2010.
doi:10.23899/relacult.v5i4.1134 fatcat:3v2zvnpdx5f5ld5lvlvlpypa6e