A cidade cognitiva: proposição para o desenvolvimento local na era do conhecimento [thesis]

Robinson Antonio Vieira Borba
Resumo Formular uma proposição para processos de desenvolvimento local a serem institucionalizados por organizações governamentais e/ou nãogovernamentais nas comunidades através de ações destinadas a estimular a conexão entre economia regional e mundial é o objetivo deste estudo. Esta preocupação advém de que os modelos econômicos baseados em localidades, concebidos e estruturados através da percepção dos indivíduos, enquanto seres intelectuais e capazes de contribuir com sua cultura e sua
more » ... cultura e sua criatividade para o crescimento econômico local, necessitam de um processo coletivo para a criação e condução de ações de desenvolvimento endógenas. Percebeu-se que há urgência de uma mudança radical na mentalidade coletiva como a que determinou a importância da tecnologia na Revolução Industrial no processo de transformação da sociedade agrária na sociedade industrial. Agora, com a metamorfose desta na sociedade digital, a relevância é a cognição, onde a meta é o entendimento do entrelaçamento do microcosmo da localidade com a dimensão mundial, para estabelecer um modelo de desenvolvimento econômico através da capacidade da sociedade de planejar e conduzir sua própria experiência local. A proposição desta tese é que esta capacitação, normalmente função do desenvolvimento institucional decorrente de um processo histórico, se desencadeie nas regiões a partir de um processo cognitivo coletivo. O conhecimento, onde se encontram elementos que possibilitam a compreensão de relações complexas e abstratas, como as econômicas, dessa maneira gerenciado, deverá estabelecer formas de organização e julgamento das idéias e conceitos necessários para a construção de um modelo original resultante de características culturais da população, que dessa maneira poderá contribuir para o desenvolvimento sustentável global com criatividade e inovação. Palavras-chave: urbanismo -desenvolvimento urbano -desenvolvimento localdesenvolvimento econômico -desenvolvimento industrial -globalização. Abstract To formulate a proposition for local development processes to be institutionalized by both governmental and non-governmental organizations in the communities, through actions bound to stimulate the connection between regional and world economies is the aim of this work. This concern derives from the fact that the economic models based on localities, conceived and structured through the perception of individuals, while intellectual beings and capable of contributing with their culture and creativity to the local economic growth, need a collective process for generating and conducting endogenous development actions. It was perceived that a radical change in the collective mind urged, as the one which determined the importance of technology in the Industrial Revolution in the process of transforming a rural society into an industrial one. Now, with the metamorphosis of this digital society, the relevance is cognition. The goal is the understanding of the locality micro cosmos interwoven with the world dimension, so as to establish a model for economic development through society's ability to plan and conduct its own local experience. This thesis proposition is that this capacitating, usually a function of institutional development deriving from a historical process, is unleashed in the regions from a collective cognitive process. Knowledge, where elements are found that allow understanding complex and abstract relations, such as the economic ones, thus managed, will establish forms for organizing and assessing the ideas and concepts necessary to set an original model that can be a result of the cultural characteristics of the population, which may contribute for global sustainable development with creativity and innovation. Key-words: urbanism -urban development -local development -economic development -industrial development -globalization. v Para Cris, Gil e Rita. vi Agradecimentos Ao meu orientador Professor Doutor Ualfrido del Carlo pelo incentivo, aconselhamento e paciência, sem os quais o desenvolvimento desta tese não teria sido possível. Aos Professores Doutores Wilson Jorge e Emílio Haddad pela participação e comentários no exame de qualificação. Aos amigos e colegas da FAU, IPT, SCTDE/SP, ADETEC e das comunidades de Ourinhos e Londrina que comigo compartilharam reflexões, contribuindo para o aperfeiçoamento das idéias contidas neste trabalho. À minha mãe Inah Vieira Borba pelo permanente apoio e carinhosa atenção durante meus estudos e pesquisas em Londrina. vii Prefácio Em 1994, a economia de Londrina passava por dificuldades. Pólo das atividades econômicas do Norte do Paraná, agora perdia sua dinâmica, com desemprego e falta de investimentos produtivos diversificados. A percepção de que este fato era decorrente do esgotamento do modelo econômico, ancorado no tradicional mercado de produtos agrícolas regionais, levou-me a acreditar que a reformulação deste modelo deveria contribuir para a retomada de seu crescimento. E mais, se este modelo fosse aplicável de forma genérica em diferentes regiões, ele justificaria o objetivo dos estudos de uma tese de doutoramento, pois este problema, com certeza, deveria estar ocorrendo em muitas outras cidades de forma semelhante. Identificada esta questão em minha cidade natal, procurei compartilhar minha observação sobre sua decadência econômica em conversas informais com empresários locais, o que resultou na idéia de tirar proveito do fenômeno da relocação de indústrias globais, fomentando o fluxo de capital internacional a direcionar seus investimentos industriais para a cidade. A visão era que a industrialização, ainda incipiente na região, poderia desempenhar um papel mais importante para reaquecer a economia em Londrina. Para condução das ações de marketing junto a grandes empresas nacionais e internacionais, Valter Luiz Guimarães, londrinense, executivo da holding petrolífera Ipiranga, apontou a necessidade de se ter em mãos um diagnóstico de alta qualidade, com confiabilidade empresarial, sobre a competência e vocação regional para a industrialização. Em dezembro de 1994, após articulações dos empresários com a Prefeitura, foi contratada a empresa Andersen Consulting para elaborar o Plano de Desenvolvimento Industrial de Londrina (PDI). Junto ao comitê executivo, durante o ano de 1995, atuei em várias reuniões, debates e seminários, discutindo questões de planejamento estratégico aplicado à cidade. Em 1996 e 1997, como consultor contratado pelo IPT, participei da elaboração do plano "Estratégia Competitiva do Estado" da SCTDE/SP com trabalhos na área de pólos tecnológicos e desenvolvimento econômico local, levantando ampla bibliografia de referência sobre estes temas nas bibliotecas do viii xvii SUMÁRIO
doi:10.11606/t.16.2000.tde-26102010-135452 fatcat:ejazhj7tgnaftgko2dwczq5nga