O IMPACTO DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL E NA CARREIRA NA PERSPECTIVA DOS BOLSISTAS DA UFMG

Catarina Barbosa Torres Gomes
2019 Trabalho & Educação  
Este texto aborda uma das dimensões exploradas em recente pesquisa de doutorado sobre as desigualdades de oportunidades educacionais como um fenômeno que se evidenciou no estudo do perfil social e acadêmico dos estudantes da UFMG, contemplados pelo programa de mobilidade internacional "Ciência sem Fronteiras", criado em 2011, pelo governo federal. A despeito do principal objeto dessa pesquisa, os dados obtidos revelaram diversas expectativas dos entrevistados a respeito dos possíveis impactos
more » ... ossíveis impactos desse intercâmbio em sua formação profissional e carreira. Portanto, esse trabalho tem o propósito de demonstrar as diferentes motivações subjacentes à opção pelo intercâmbio, relacionadas a esse factível impacto. A referência metodológica para essa questão de pesquisa baseou-se na análise de conteúdo, por meio do estabelecimento de categorias que orientaram o estudo qualitativo do discurso dos entrevistados. Constituíram-se como principais categorias de análise motivadoras do intercâmbio para fins profissionais e de carreira: a influência familiar, a opção pelo país e a universidade de destino, o estabelecimento de networkings (capital social), a aprendizagem de língua estrangeira para o aprimoramento profissional, o contato com diferentes culturas e ainda a possibilidade da pós-graduação, tendo em vista a especialização para a carreira de pesquisa e docência universitária. A conclusão é a de que o intercâmbio é uma oportunidade ímpar que se estende para além dos benefícios pedagógicos e culturais previstos.
doi:10.35699/2238-037x.2019.9893 fatcat:55bidntiljbcfo376d3yyqslli