Avaliação da autoestima em pessoas vivendo com HIV/AIDS no município de Ribeirão Preto-SP

Carolina de Castro Castrighini, Renata Karina Reis, Lis Aparecida de Souza Neves, Sandra Brunini, Silvia Rita Marin da Silva Canini, Elucir Gir
2013 Texto & Contexto Enfermagem  
Esse estudo de corte transversal teve como objetivo avaliar a autoestima de pessoas com HIV/aids e relacioná-la com fatores sociodemográficos e clínicos. Participaram 331 pessoas com HIV/aids, que faziam acompanhamento em dois serviços de referência de um município do interior paulista, entre 2007 e 2010. Os dados foram coletados por meio de entrevistas individuais, utilizando-se Escala de autoestima de Rosenberg. Dos entrevistados, 167 (50,5%) eram do sexo masculino, faixa etária predominante
more » ... tária predominante entre 30 e 39 anos (42,0%). Com referência às variáveis relacionadas à sexualidade, 82,2% declararam-se heterossexuais e 84,6% referiram ter se infectado por via sexual. Quanto à avaliação da autoestima, a média obtida foi de 25,25. Os impactos negativos quer físico, social ou emocional da infecção pelo HIV, revelaram a necessidade dos serviços de saúde estarem preparados para oferecer assistência integral às pessoas com HIV/aids, valorizando os fatores psicossociais.
doi:10.1590/s0104-07072013000400022 fatcat:klzk3ig2xndj3ks3vuemx27g5i