Do fazer poético da infância: 'uma coisa que não é a mesma coisa mas é igual'

Violante F. Magalhães
2018 Navegações  
O reconhecimento de textos poéticos produzidos por crianças tem o mérito didático de trazer um incentivo para uma educação estético-literária. Quando publicadas, tais produções não só constituem um campo de fruição para o leitor (criança, jovem e adulto), como potenciam o campo formativo e possibilitam a investigação. Um dos projetos que, em Portugal, tem persistido na divulgação da escrita poética infantil é Cancioneiro Infanto-juvenil para a Língua Portuguesa, do Instituto Piaget. Iniciado em
more » ... Piaget. Iniciado em 1989 e idealizado para 30 anos, deste projeto resultaram já 17 volumes. Neste artigo, analisam-se os textos inseridos em alguns desses volumes, de crianças com idades compreendidas entre os 2 e os 6 anos. Se mais não fosse, analisados de forma entrecruzada com aspetos pedagógicos, científicos e didáticos, os textos em análise são depoimentos preciosos, pois são modos de as crianças se dizerem e ajudam-nos, a nós, adultos, a pensá-las, a conhecê-las melhor.********************************************************************Childhood poetics: 'a thing that is not the same thing but the same'Abstract: The recognition of poetic texts produced by children has the didactic merit of bringing an incentive for aesthetic-literary education. When published, such productions not only constitute a field of enjoyment for the reader (child, youth and adult), but also enhance the field of education and enable research. One of the projects in Portugal that has persisted in the dissemination of poetic texts written by children is Cancioneiro Infantojuvenil para a Língua Portuguesa, of Instituto Piaget. Started in 1989 and designed for 30 years, it was already published 17 books. In this article, we analyze texts 'written' by children from 2 to 6 years of age. Moreover, analyzed in a way interspersed with pedagogical, scientific and didactic aspects, these texts are precious testimonies, because they are ways for children to express their own world and to help us, adults, to think about them, and to know them better.Keywords: Children's literature; Children's writing; Cancioneiro Infanto-juvenil para a Língua Portuguesa
doi:10.15448/1983-4276.2017.2.29794 fatcat:2qprgyebfvcb5nfw5lymrkyeye