Depressive delusions

Magdalena Antrobus, Lisa Bortolotti
2016 Filosofia Unisinos  
In this paper we have two main aims. First, we present an account of mood-congruent delusions in depression (hereafter, depressive delusions). We propose that depressive delusions constitute acknowledgements of self-related beliefs acquired as a result of a negatively biased learning process. Second, we argue that depressive delusions have the potential for psychological and epistemic benefits despite their obvious epistemic and psychological costs. We suggest that depressive delusions play an
more » ... delusions play an important role in preserving a person's overall coherence and narrative identity at a critical time, and thus can be regarded as epistemically innocent. RESUMO Nesse artigo temos dois objetivos principais: primeiro, sugerimos um modo de compreender delírios congruentes com o humor na depressão (doravante, delírios depressivos) e como estes se distinguem de delírios na esquizofrenia; segundo, investigamos se delírios depressivos podem trazer benefícios epistêmicos e psicológicos. Propomos que delírios depressivos emergem como resultado de um processo de aprendizado negativamente enviesado e constituem um reconhecimento de informação sobre o sujeito que é adquirido como resultado desse processo de aprendizado. Argumentamos que delírios depressivos desempenham um importante papel na preservação da coerência e da identidade narrativa de agentes em momentos de crise. Palavras-chave: depressão, delírio, esquema, aprendizagem, ansiedade, dissonância cognitiva, inocência epistêmica.
doi:10.4013/fsu.2016.172.14 fatcat:purgzpfdsrh73eycy7nheib5si