A migração do Sabbat : a presença "estrangeira" das bruxas européias no imaginário ibérico

Carlos Roberto F. Nogueira
1992 Espacio, Tiempo y Forma. Serie IV, Historia Moderna  
Navarra, século xvi. O licenciado Lombera, um dos encarregados no caso dos bruxos do vale navarro de Arraiz, informa em 1527, que «nos negócios de bruxos e bruxas, houve alguma dilação ... E nos pareceu que não debe ser tratado por hora pelo Santo Oficio». Estranha opinião em um momento que tribunais religiosos e laicos esquadrinham as comunidades por toda a Europa, à caça dos mais temíveis inimigos do rebanho cristão: os seguidores do Demónio.
doi:10.5944/etfiv.5.1992.3243 fatcat:xb6gp732n5ar7el3lstb4gki5a