Primeira pessoa do plural em dossiê da Revista Cult: traços de modalização epistêmica e de diferentes instâncias de sentido vinculadas às categorias ethos, pathos e logos da Retórica

Renan Paulo Bini, Aparecida Feola Sella
2020 Fórum Linguístico  
Investiga-se, neste artigo, o uso da primeira pessoa do plural em recortes do texto Consciência e lutas feministas: conquistas e desafios no Brasil, texto que apresenta o dossiê Percepções do Feminino e Ações Feministas, publicado na Revista Cult/Edição 210/2016. Considera-se que essa pessoa do discurso pode agregar ao texto modalização epistêmica e diferentes instâncias de sentido vinculadas às categorias ethos, pathos e logos da Retórica. A base teórica desta pesquisa é composta,
more » ... posta, principalmente, por pesquisas sobre Modalização e Retórica e também orientações da Sociolinguística relativas ao uso do pronome "nós". As análises dos recortes selecionados demonstram que a primeira pessoa do plural apresenta, no texto, três dimensões de sentido. Nota-se que, apesar de se tratar de uma pessoa do discurso, o recurso linguístico orienta os sentidos no texto, se considerada devidamente atrelada ao conteúdo dos enunciados e à imagem que se constrói do produtor do texto com a provável plateia.
doi:10.5007/1984-8412.2019v16n4p4135 fatcat:fbgvcqlnpfbqfonyfxkpnjaihy