ESPACIALIZAÇÃO E QUALIDADE DE VIDA NAS EQUIPES DE ESTRATÉGIA DA FAMÍLIA NA CIDADE DE RONDONÓPOLIS, MATO GROSSO SPATIALIZATION AND QUALITY OF LIFE IN THE FAMILY STRATEGY TEAMS IN RONDONÓPOLIS CITY, MATO GROSSO

Rodrigo Andrade, Da Silva¹, Simone De, Oliveira Mendes¹, Tatiane Duarte, Silva Oliveira¹, Nestor Alexandre, Perehouskei Jeater, Waldemar Maciel, Santos Correa²
unpublished
RESUMO: O presente estudo pretende a partir de mapeamento de solo urbano, com a utilização de técnicas de geoprocessamento e dados coletados nas unidades do Programa Saúde da Família (PSF), fazer uma avaliação da variação espaço-temporal dos níveis de bem estar e qualidade de vida da cidade de Rondonópolis, bem como verificar se há correlação entre essas variáveis e os padrões de uso e ocupação do solo na referida cidade. Uma análise exploratória sobre os dados do Sistema de Informação e
more » ... Informação e Atenção básica, referente ao período de 2010 a 2014, revelou que os problemas respiratórios e circulatórios são os de maior ocorrência, pressupondo em seus tratamentos, a realização de atividades físicas. Para tanto, a utilização de espaços públicos para este fim, ressoa como desafio nas pequenas e médias cidades, principalmente em suas áreas periféricas, onde, normalmente, existem poucos ou nenhum espaço público que possa ser aproveitado para a realização de atividades no âmbito do setor de saúde. Nesta perspectiva, espera-se com os resultados deste estudo propor novas possibilidades de intervenção no planejamento urbano da cidade de Rondonópolis, com relação à localização, manutenção e ornamentação desses espaços em prol da saúde e qualidade de vida de sua população. Palavras-chave: 1 Espaços públicos; 2 Programa Saúde da Família; 3 serviços de saúde; 4 território. ABSTRACT: This study aims from urban land mapping, with the use of geospatial technologies and data collected in units of the Family Health Program (in Brazil known as PSF), to evaluate the spatial and temporal variation of the welfare levels and quality of life in the city of Rondonópolis and verifying the correlation between these variables and the usage patterns and land use in that city. An exploratory analysis of the data from the Basic Atention National Policy, from 2010 to 2014, revealed that the respiratory and circulatory problems are the most frequent, assuming in their treatments, the physical activities performance. Therefore, the use of public spaces for this purpose, resonates as a challenge in small and medium cities, especially in its peripheral areas, where seldom there is little or no public space that can be used to carry out activities within the health sector. In this perspective, we expect the results of this study to suggest new possibilities of intervention in the urban planning of the city of Rondonópolis, with regard to location, maintenance and ornamentation of these spaces for health and quality of life of its population.
fatcat:3oswptiqkbhrrjvz77c5dmv6oq