Comparação da adição de extratos vegetais e antimicrobianos sintéticos para leitões na creche através de meta-análise

Lucélia Hauptli, Paulo Alberto Lovatto, Luciano Hauschild
2007 Ciência Rural  
Foi realizada uma meta-análise para avaliar o desempenho de leitões na creche com a adição de extratos vegetais e antimicrobianos sintéticos nas dietas. Foram utilizadas 11 publicações contendo 48 tratamentos e 2.752 animais. Os tratamentos foram divididos em dois grupos: antimicrobianos sintéticos (AS) e extratos vegetais (EV). Foram analisadas as variáveis experimentais e de desempenho. Não houve diferença (P>0,05) para as variáveis experimentais, exceto para peso inicial. O número de animais
more » ... O número de animais por tratamento foi de 57, o período experimental médio foi de 35 dias e a idade inicial de 25 dias. O peso vivo médio inicial foi de 7,4kg, sendo 16% superior (P<0,05) para leitões que receberam extratos vegetais. O peso vivo médio final foi de 25kg. Os valores nutricionais médios das dietas (P>0,05) foram de 3.345kcal EM kg-1, 0,39% de metionina, 1,42% de lisina e 21,8% de proteína bruta. Não houve diferença (P>0,05) entre os dois aditivos para o consumo de ração (818g d-1), o ganho de peso (480g d-1) e a conversão alimentar (1,70) dos leitões. O uso de antimicrobianos sintéticos ou extratos vegetais em dietas de leitões na creche não mostrou alteração no consumo de ração, no ganho de peso, na conversão alimentar, na ingestão de energia metabolizável, proteína bruta, lisina, metionina, cálcio e fósforo.
doi:10.1590/s0103-84782007000400027 fatcat:56tjpygw4fg6hpvykax3dscjzi