A Mata Meridional Pernambucana e o subdesenvolvimento: uma aproximação a partir da teoria de Celso Furtado

Gustavo Souza Barbosa
2019 GeoTextos  
No século XX os debates econômicos voltavam-se, sobretudo, às teorias clássicas para explicar o processo de desenvolvimento das nações, havendo uma lacuna quanto à reflexão específica sobre países e regiões periféricas. Diante da incapacidade em explicar o subdesenvolvimento destas áreas, Celso Furtado, dentre outros economistas, passou a avaliar a permanência do subdesenvolvimento como um traço histórico-estrutural da formação das economias periféricas. Neste contexto, enquadra-se a
more » ... dra-se a Microrregião da Mata Meridional Pernambucana, constituída desde o período colonial a partir da indústria canavieira e que, na atualidade, mantém padrões de subdesenvolvimento típicos daquela fase. Tomando-se como hipótese a validade das reflexões furtadianas para a compreensão do subdesenvolvimento microrregional e mediante pesquisa bibliográfica e levantamento de dados, o presente texto tem como objetivo geral avaliar a pertinência da teoria desenvolvida por Furtado quanto à análise do quadro de subdesenvolvimento da Microrregião na atualidade. Como objetivos específicos busca-se relacionar o desenvolvimento de economias centrais e periféricas; descrever o processo de subdesenvolvimento; e identificar elementos socioeconômicos que caracterizam a Microrregião atualmente. Tendo em vista as características histórico-estruturais locais conclui-se que as reflexões engendradas pelo autor são aplicáveis à compreensão da permanente, mas não inalterável, situação de subdesenvolvimento microrregional. Abstract MATA MERIDIONAL PERNAMBUCANA AND UNDERDEVELOPMENT: AN APPROACH THROUGH THE CELSO FURTADO'S THEORY In the twentieth century the economic debates turned mainly to the classical theories to explain the process of development of the nations, and there is a gap regarding the specific reflection on countries and peripheral regions. Faced with the inability to explain the underdevelopment of these areas, Furtado, among other economists, began to evaluate the persistence of underdevelopment as a historical-structural trait of the formation of peripheral economies. In this context, the Mata Meridional Pernambucana, constituted since the colonial period from the sugar cane industry and which at present maintains patterns of underdevelopment typical. Taking as a hypothesis the validity of Furtado's reflections for the understanding of microregional underdevelopment and from bibliographical research and data collection, the present text has as general objective to evaluate the pertinence of the theory developed by Furtado in the analysis of the framework of underdevelopment of the Microregion today. Specific objectives are related to the development of central and peripheral economies; describe the process of underdevelopment and; identify socioeconomic elements that characterize the Microregion today. Through the local historical-structural characteristics, it is concluded that the reflections generated by the author are applicable to the understanding of the permanent, but not unalterable, of microregional's underdevelopment.
doi:10.9771/geo.v15i1.29186 fatcat:rm6htsxrd5brrezn25q4itrhgq