PRÁTICA DE ESTÁGIO EM TERAPIA OCUPACIONAL NA COMUNIDADE

Andreisi Carbone Anversa, Juliana Maia Borges
2016 Cadernos de Terapia Ocupacional  
Resumo: Introdução: A organização da Atenção Primária em Saúde, por meio das estratégias de saúde da família, preconiza o cuidado integral e contínuo aos sujeitos residentes na área de abrangência de seu território. Objetivo: Refletir acerca da prática terapêutica ocupacional junto a uma Estratégia da Saúde da Família (ESF), tendo como objetivo dar maior visibilidade e expansão para a inserção da profissão nesta área, e discutir os desafios e potencialidades do campo. Método: Relato de
more » ... Relato de experiência referente a vivências profissionais e acadêmicas, que descreve ações de ensino e serviço. As atividades práticas foram desenvolvidas em parceria com uma ESF, de Santa Maria, Rio Grande do Sul. O grupo, formado por dez estagiárias, realizava as intervenções domiciliares, acompanhado pelas supervisoras. Foram assistidos 27 casos, sendo que cada indivíduo recebia o atendimento de terapia ocupacional uma vez por semana, no tempo de uma hora. Resultados: Conhecer, de fato, a realidade do sujeito, seu contexto social, seu cotidiano, seu modo organizacional, foi instigante, pois permitiu uma série de intervenções que não seriam adequadas em um ambiente clínico. Ademais, o atendimento domiciliar propiciou uma relação mais estreita dos profissionais de saúde com o paciente e seus familiares. Conclusão: Foram erros, acertos, obstáculos e aprendizados, um processo de amadurecimento e de vivências com sujeitos singulares, patologias diversas, adoecimento e cuidado, que resultaram em um momento único e que possibilitaram sugerir -pelo quão importante é, tanto para as estagiárias, quanto para a sociedade -que haja esse elo entre academia e unidades de saúde, buscando a qualificação dos serviços. Palavras-chave: Comunidade, Terapia Ocupacional, Atenção Primária, Estratégia de Saúde da Família. Abstract: Introduction: The organization of Primary Health Care through the family health strategy calls for comprehensive and continuous attention of the residents on their area of expertise. Objective: To reflect on Occupational Therapy practice next to a Family Health Strategy (FHS), aiming to raise and expand the profession inclusion in this area and discuss the challenges and field potentials. Method: This is a report of professional and academic experiences that describes training and services activities. The practical activities were developed in partnership with FHS in Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brazil. The group, composed by 10 interns, conducted household interventions, all accompanied by supervisors. On 27 cases assisted, each individual received the Occupational Therapy service once a week, during one hour. Results: It was exciting to know, in fact, the subjects reality, their social context, daily life, organizational mode -allowing a series of interventions which would not be appropriate in a clinical environment. In addition, the home care provided a closer relationship among health professionals with patients and their families. Conclusion: Through mistakes, successes, obstacles and learning, a process of maturation and experiences with unique subjects, various diseases, illness and care, resulted in a unique moment that made possible to suggest how important it is, for both trainees and society, to make real this link between academia and health facilities, seeking services qualification.
doi:10.4322/0104-4931.ctore0703 fatcat:2qffhh56v5a4pgoyjeywdusoli