Caracterização dos cuidados centrados na família em oncologia pediátrica em Portugal

Ágata Salvador, Carla Crespo, Susana Santos, Luísa Barros
2016 Psychology, Community & Health  
Objetivo Este estudo teve como objetivo caracterizar as perceções parentais dos Cuidados Centrados na Família (CCF) em função de fatores sociodemográficos e clínicos no contexto da oncologia pediátrica em Portugal. Método Participaram neste estudo 204 cuidadores de crianças com cancro acompanhadas em duas unidades de oncologia pediátrica. Os participantes forneceram dados sociodemográficos e preencheram a Medida dos Processos de Cuidados (MPOC-20), composta por duas subescalas: Serviços e
more » ... s: Serviços e Informação Geral. Os médicos oncologistas pediátricos facultaram informação clínica. Resultados A idade de crianças e pais estava positivamente associada às perceções parentais dos CCF (Serviços e Informação Geral) como mais centrados na família. Análises multivariadas da variância revelaram que pais de crianças (vs. adolescentes), pais que concluíram o ensino superior (vs. escolaridade igual/inferior ao 12º ano) e pais de crianças em tratamento antineoplásico (vs. fora de tratamento) percecionaram os cuidados como menos centrados na família (Serviços e Informação Geral). Não se verificaram diferenças em função do tempo desde o diagnóstico, do número de internamentos e da intensidade do tratamento. Conclusão Os resultados sugerem que os pais mais novos que concluíram o ensino superior, pais de crianças mais novas e a receber tratamento, poderão constituir grupos em maior risco de percecionar os cuidados de saúde como menos centrados na família.
doi:10.5964/pch.v5i3.180 fatcat:oxsfyldhojg7jipzyupjl2ouk4