Leitura na escola e incidência de descritores da Prova Brasil em Livro Didático de Português

Miriã Alves de Laet Silva, Sílvio Ribeiro da Silva
2016 Revista Eletrônica de Educação  
Resumo Este artigo apresenta resultados a respeito de um estudo sobre leitura. No contexto educacional, ela perpassa todas as disciplinas do Currículo. Tal fato é de fundamental importância, já que as atividades de leitura e interpretação feitas pelos alunos devem favorecer o desenvolvimento dos letramentos (institucionalizados ou não). Na escola, sua prática ocorre, na maioria das vezes, a partir do livro didático (LD) e este, ultimamente, tem despertado o interesse dos pesquisadores que
more » ... uisadores que passaram a vê-lo como um importante integrante das práticas escolares. Levando em conta que as avaliações são construídas tendo a leitura como ferramenta para medir as competências e habilidades do aluno, discute-se aqui se as propostas de leitura e interpretação do texto escrito, apresentadas aos alunos pelo Livro Didático de Português -LDP -Tudo é linguagem, Ensino Fundamental II -anos finais, contemplam os cinco descritores do Tópico I da Matriz de Referência de Língua Portuguesa da Prova Brasil, entendendo que o desenvolvimento das competências e habilidades, propostas pela matriz, coadunam com práticas significativas de leitura. O estudo apresenta caráter qualitativo interpretativista, caracterizando-se como estudo de caso, sendo situado no campo da Educação. Sua pretensão é contribuir para as reflexões acerca do ensino e aprendizagem de leitura e interpretação de textos. Alguns aportes teóricos utilizados foram PCN, Bakhtin/Volochínov, Bakhtin, Schneuwly e Dolz, dentre outros. Os resultados mostram que os cinco descritores do Tópico I da Prova Brasil foram mobilizados na coleção, porém havendo discrepância quantitativa e qualitativa de ocorrência entre eles. Palavras-chave: Leitura. Interpretação de texto escrito. Livro didático de português. Prova Brasil. Abstract This paper presents results on a study about reading. In the educational context, it permeates all the subjects in the Curriculum. This fact is extremely important, since the reading and interpretation activities done by the students should encourage the development of literacy (institutionalized or not). At school, its practice occurs, most of the time, in the textbook (TB) which has been, lately, atracting the interest of researchers who began to see it as an important integrant of the school practices. Considering evaluations are built with reading as a tool to measure the student competencies and skills, we discuss here the proposals for
doi:10.14244/198271991428 fatcat:oj3prkm5xvcsjil4gmvltfu24i