Land use and occupation and the relation with the fragility of forest remnants in the Cértima river basin / Portugal
Uso e ocupação do solo e a relação com a fragilidade dos remanescentes florestais na bacia hidrográfica do rio Cértima/Portugal

Alessandra Leite da Silva, Regina Marcia Longo, et. al.
2019 Cadernos de Geografia  
Resumo Em Portugal, à semelhança do que ocorreu em vastas áreas da Europa Mediterrânea, ocorreram importantes mudanças no uso e ocupação do solo, sobretudo após a segunda metade do século XX. Entre essas alterações destaca-se o abandono agrícola e a florestação de terras antes ocupadas com agricultura, em consequência do êxodo rural e também de políticas públicas adotadas. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo avaliar o uso e ocupação do solo, os fatores físicos (climáticos,
more » ... os (climáticos, geomorfológicos e pedológicos) e históricos e as fragilidades identificadas nos remanescentes de vegetação autóctone existentes na bacia do rio Cértima em Portugal. Para tal, preliminarmente foi executado um diagnóstico geral da área de estudo a partir dos seguintes geoindicadores: Bioma; Clima; Geomorfologia; Geologia; Pedologia; Hipsometria e Declividade. Em seguida, foram calculadas as métricas de paisagem divididas em três categorias: tamanho, borda e forma; e aplicadas à bacia, em geral, considerando os remanescentes florestais mapeados. Para avaliar a qualidade da vegetação florestal existente realizou-se uma análise em campo em locais selecionados da bacia do rio Cértima, por meio do método Landscape Assessment Protocol (LAP) -Protocolo de Avaliação da Paisagem. Desta forma pode-se observar que a grande parte da cobertura vegetal existente na bacia do rio Cértima é composta por eucaliptos, sendo que foram identificados um total 1220 remanescentes florestais, que ocupam uma área de 8.547,05 ha, equivalente a 15,89% da área da bacia. Palavras-chave: fragilidade ambiental, análise de paisagem, Landscape Assessment Protocol. https://dx. Abstract In Portugal as in large areas of Mediterranean Europe there were important changes in land use and occupation, especially after the second half of the twentieth century. These changes include agricultural abandonment and afforestation of land previously occupied by agriculture as a result of the rural exodus and also of adopted public policies. Thus, the present work aims to evaluate the land use and occupation, the physical (climatic, geomorphological and pedological) and historical factors and the fragilities identified in the remnants of native vegetation existing in the Cértima River Basin in Portugal. Therefore, a general diagnosis of the study area was performed from the following geoindicators: biome; climate; geomorphology; geology; pedology; hypsometry and declivity. Then, landscape metrics from three categories, size, border and shape, were calculated; and are applied to the basin in general, considering the mapped forest remnants. To assess the quality of existing forest vegetation, a field analysis was carried out at selected locations in the Cértima river basin using the Landscape Assessment Protocol (LAP) method. Thus, it can be observed that most of vegetation cover in the Cértima river basin is composed of eucalyptus, and a total of 1220 forest remnants were identified, occupying an area of 8,547.05 ha, equivalent to 15.89% of the basin area.
doi:10.14195/0871-1623_40_3 fatcat:suk23pzhzjggxmisrjmz6r3q5u