Pressão arterial e o nível de stress em escoteiros do grupo Bernardo Sayão da cidade de Anápolis – GO

Mário Henrique Fernandes, Patrícia Espíndola Mota Venâncio, Viviane Soares, Grassyara Pinho Tolentino
2017 Cinergis  
Objetivo: identificar a pressão arterial e o nível de stress em escoteiros de 7 a 17 anos, de ambos os sexos do Grupo Escoteiro Bernardo Sayão, da cidade de Anápolis em Goiás. Método: trata-se de um estudo transversal, sustentado por uma abordagem quantitativa, descritiva. Nesta pesquisa foram estudados 54 crianças e adolescentes de 7 a 17 anos de idade, de ambos os sexos. Foi aplicado um questionário de stress e aferida a pressão arterial. Foi feita uma análise descritiva e uma ANOVA para
more » ... uma ANOVA para comparar as categorias dos escoteiros (lobinhos, escoteiros, Sênior). Resultados: houve uma diferença significativa dos resultados quando comparadas as categorias de escoteiros apenas na pressão arterial, obtendo resultados maiores de pressão arterial no sênior, diferença esperada, uma vez que eles se encontram em faixa etárias diferentes, já que são os mais velhos dos grupos, o que é algo a se considerar. Todos os grupos, em sua maioria, foram classificados em normotensos. Quanto ao nível de stress, a maioria da amostra foi considerada normal de stress para cada faixa etária/categoria, não havendo diferença significativa entre os grupos. Considerações finais: diante das evidências apresentadas, pôde se concluir que, apesar de necessitar de mais estudos a cerca dos benefícios das atividades contidas e aplicadas no programa escoteiro, os níveis de pressão arterial e stress das crianças e adolescentes estão adequados para as respectivas faixas etárias.
doi:10.17058/cinergis.v18i4.9247 fatcat:6rqe4bsqyrgurilgnw7f7xusvq