Editorial: 10 anos de Ambiente & Sociedade

2007 Ambiente & Sociedade  
Este número representa um momento de celebração para toda a equipe que compõe a revista Ambiente & Sociedade. Estamos comemorando 10 anos de vida, um tempo marcado pela permanente motivação em publicar textos que contribuam para o debate e a reflexão em torno dos temas que articulam a Sociedade com o Ambiente. Nestes 10 anos de convivência, os editores associam uma cumplicidade intelectual a um compromisso com a qualidade editorial, além de uma articulação acadêmica nacional e internacional.
more » ... e internacional. Isto faz com que as principais instituições de ensino e pesquisa com enfoque interdisciplinar sejam as responsáveis pela crescente oferta de artigos de alta qualidade recebidos. O nosso desafio editorial é apresentar trabalhos inovadores, baseados em pesquisas originais e em constante processo de diálogo com as abordagens teórico-metodológicas mais recentes. Portanto este é um momento para refletir sobre o alcance do nosso trabalho editorial e procurar a cada instante motivação para fazer de cada leitor um multiplicador do nosso capital cultural. E para tanto contamos com nossa parceria com a ANPPAS e a retaguarda editorial da Annablume. Ao longo desses 10 anos verificamos a ampliação da nossa legitimidade acadêmica e a importância de contribuir para ampliar o debate em torno de temas que assumem importância vital no futuro da sociedade e dos demais atores da biodiversidade planetária. Nesta edição, a revista aborda um conjunto de temas que configuram a diversidade e abrangência da temática ambiental, com contribuições de autores nacionais e estrangeiros. Os temas tratados nos artigos são: mudança climática, gestão sustentável da Amazônia, abordagens inovadoras para o uso sustentável da biodiversidade, história ambiental da América Latina, patrimônio ambiental, agricultura orgânica e práticas de populações tradicionais. O primeiro texto da pesquisadora Mirjam Ros-Tonen do Amsterdam Research Institute for Metropolitan and International Development Studies com foco na indústria madeireira na região amazônica brasileira tem por base uma comparação de resultados de pesquisas sobre o setor florestal realizadas no início dos anos de 1990 e dez anos depois. Este artigo explora varias tendências atuais com potência para mudar a gestão de florestas tropicais na Amazônia. A autora relaciona um conjunto de fatores tais como as mudanças no suprimento de matéria prima, a globalização e a abertura de mercados externos para madeira e outros produtos como a soja, a crescente escassez da madeira, novos mercados e incentivos e mudanças nos padrões de posse da terra. No segundo texto, escrito em inglês, Eliezer Martins Diniz, desenvolve uma reflexão crítica e contrapõe os diferentes argumentos sobre o Protocolo de Quioto tendo como referência bases documentais. O artigo enfatiza tanto os fatores a favor como aqueles que colocam em dúvida sua continuidade, assim como as perspectivas pós -Quioto e os novos acordos que estão sendo discutidos.
doi:10.1590/s1414-753x2007000100001 fatcat:3fohgxguk5csvl7b4rpwmtolkm