Diversidade fenotípica de linhagens de ovinos Santa Inês por meio de análise multivariada

Milton Rezende TEIXEIRA NETO, Jurandir Ferreira da CRUZ, Paulo Luiz Souza CARNEIRO, Carlos Henrique Mendes MALHADO, Joselito Araújo BARBOSA, Luiz Eduardo Barreto de SOUZA
2015 Revista Brasileira de Saúde e Produção Animal  
RESUMO Objetivou-se com este estudo avaliar a diversidade fenotípica de linhagens de ovinos Santa Inês. Doze medidas corporais foram realizadas em 502 fêmeas adultas descendentes de 34 reprodutores pertencentes a 15 linhagens da raça Santa Inês, registrados junto à associação de criadores: Altura Anterior, Altura Posterior, Altura das Pernas, Altura do Tórax, Circunferência Torácica, Circunferência da Canela, Comprimento do Corpo, Comprimento do Pescoço, Comprimento de Orelha, Comprimento da
more » ... , Comprimento da Face, Comprimento do Chanfro e Largura da Face. Os dados foram submetidos à análise de Variáveis Canônicas e à análise de agrupamento pelo método da ligação média entre grupos. As três primeiras Variáveis Canônicas explicaram 81,01% da variação total. As linhagens 1, 10 e 11 foram as mais homogêneas, enquanto que as linhagens 3, 6, 9, 12 e 15 apresentaram grande variabilidade intra-populacional. As linhagens 11 e 15 foram as que apresentaram maior distância (Mahalanobis). A análise de agrupamento mostrou a formação de três grupos. As cinco medidas corporais com maior importância relativa (Circunferência Torácica, Circunferência da Canela, Comprimento da Face, Comprimento de Pescoço e Comprimento de Chanfro), consideradas conjuntamente, explicaram 76,89% da diversidade fenotípica entre as linhagens. As linhagens de ovinos Santa Inês apresentam alta diversidade fenotípica, sendo que as características relacionadas à produção e à caracterização racial apresentam importância semelhante na diferenciação entre linhagens.
doi:10.1590/s1519-99402015000400003 fatcat:hj6girctxjctzg6cc36v5u6jiq