Responsividade do ambiente de desenvolvimento: crenças e práticas como sistema cultural de criação de filhos

Eulina da Rocha Lordelo, Ana Lúcia Fonseca, Mariana Lamêgo V.B. de Araújo
2000 Psicologia: Reflexão e Crítica  
Resumo Investigou-se o ambiente doméstico, em termos de responsividade materna às demandas da criança, relacionada a atitudes em relação à maternidade e à criança. Quarenta e cinco mães e seus filhos, de uma área de favela urbana ou de bairros de classe média, foram entrevistadas e filmadas em suas casas, sobre questões relativas à maternidade e ao cuidado à criança. Um questionário investigando atitudes em relação à maternidade e à autonomia da criança foi também aplicado. A análise dos dados
more » ... análise dos dados incluiu a construção de um escore de responsividade e o tratamento das respostas ao questionário para formar duas subescalas. Os resultados mostraram pouca diferença no grau de satisfação com a maternidade; em relação à autonomia da criança, houve diferenças estatisticamente significativas, relacionadas ao bairro de residência a ao nível de escolaridade. Os resultados são discutidos em termos da articulação entre práticas de cuidado à criança e sistemas culturais relacionados, e implicações desenvolvimentais. Palavras chave: Responsividade; ambiente de desenvolvimento; estilos maternos; atitudes maternas Responsiveness of the development environment: beliefs and practices as a cultural system of nurturing children Abstract This paper investigated the domestic environment in terms of maternal responsiveness to the child's demands related to attitudes related to maternity and to the child. Fortyfive middle class and slum-dwellers mothers and their children were interviewed at home. Questions about maternity and child-care practices were asked. A questionnaire to investigate attitudes related to maternity and to the child's autonomy was also used. Analysis included the construction of a responsiveness score and the use of the answers to the questionnaires to form two scales. The results showed little difference in the degree of maternal satisfaction but there were large differences concerning the child's autonomy, related to place of living and educational level of the mother. The results suggested an articulation between child care practices, cultural systems, and their implications for child development.
doi:10.1590/s0102-79722000000100009 fatcat:dby6j72jjjgeje7h5tey6xzf7a