Apresentação

Göz Kaufmann, Helmut Galle
2005 Pandaemonium Germanicum: Revista de Estudos Germanísticos  
Apresentação Pandaemonium Germanicum Nº 9 é dedicada ao bicentenário da morte de Friedrich Schiller e contém, paralelamente ao conjunto de contribuições de estudos literários, culturais, lingüísticos e tradutológicos, um dossiê com sete ensaios sobre a questão da representação da história na literatura de língua alemã. O romanista Joseph JURT (Freiburg, Alemanha) abre o dossiê com um trabalho histórico-literário sobre a pré-história do Wilhelm Tell. No século XVIII, a figura de Tell já fora
more » ... de Tell já fora tema de versões dramáticas, antes de Schiller interessar-se pelo assunto. O artigo mostra, em particular, o desenvolvimento desta figura histórica da Suíça como defensor da liberdade humana. Há, também, a inclusão do motivo da paisagem sublime neste tema. -O artigo de Hans KNOLL (Córdoba, Argentina) trata do Schiller historiador e a visão da pesquisa mais recente sobre sua História da separação dos Países Baixos. Nesse trabalho fica clara a tendência de não só valorizar a capacidade literária de Schiller, como também de mostrar que o texto pode ser visto como um acesso metodologicamente genuíno para a representação da história, que é muito mais do que uma narração posterior dos fatos. -Klaus EGGENSBERGER (Curitiba, Brasil) destaca em sua interpretação do poema de Schilller "Die Götter Griechenlands" que a referência elegíaca ao mundo da Grécia clássica marca, de um lado, a diferença em relação à modernidade cristã -já secularizada -mas, de outro lado, aponta para a religião da arte que encontra seu desdobramento, no século XIX, de Heine a Nietzsche. -Karin VOLOBUEF aborda a recepção de Schiller na Europa e no Brasil e descreve, principalmente, o mérito do romântico brasileiro, Gonçalves Dias, cuja obra mostra influências visíveis de Schiller. Dias tornou os clássicos alemães conhecidos no Brasil com suas traduções. Com Lion Feuchtwanger, Isabel HERNÁNDEZ (Madri, Espanha) retoma um re-Pandaemonium 9.pmd
doi:10.11606/1982-8837.pg.2005.68445 fatcat:2el2lspuenhkzgt3lludgxtmjq