Índias, pretas e donas na mesma trama: interdependência e hierarquia social no Brasil colonial (Viamão, 1747-1759)

Israel Silva Aquino
2018 Revista Eletrônica História em Reflexão  
Este artigo é fruto de uma pesquisa de mestrado em História em andamento na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Propõe-se a estudar a formação de redes de compadrio na freguesia de Viamão no período colonial, com o objetivo de investigar a utilização do compadrio como estratégia de atuação e reprodução social naquela sociedade. A partir de um recorte que reuniu 31 registros de batismos, cujas mães eram mulheres em situação de cativeiro – negras e índias, escravas ou administradas -
more » ... ministradas - buscamos analisar como eram formadas suas redes relacionais e de que forma o compadrio era utilizado por estas mulheres. Para tanto, utilizamos registros de batismo, a fim de promover o mapeamento de tais redes, além de recorrer às ferramentas conceituais da metodologia da análise de redes sociais para fins de interpretação e análise dos resultados.
doi:10.30612/rehr.v12i23.7882 fatcat:iltxp7lbvvhnpn7ti6yoszus2i