Morfologia do plexo lombossacral da jaguatirica (Leopardus pardalis)

Jessica Albuquerque Lopes, Lara Cochete Moura Fé, Ana Rita Lima, Luiza Corrêa Pereira, Érika Branco
2012 Biotemas  
Resumo Conhecido popularmente como jaguatirica, o Leopardus pardalis está presente no Brasil, em todos os ecossistemas, mas preferencialmente nas matas ciliares e florestas. Este trabalho objetivou elucidar aspectos macroscópicos referentes à anatomia do plexo lombossacral. Foram utilizados três animais, sendo dois machos e uma fêmea, provenientes da área de Mina Bauxita -Paragominas-PA, doados após morte por atropelamento ao Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA), da Universidade
more » ... , da Universidade Federal Rural da Amazônia. Os animais foram fixados em solução aquosa de formaldeído a 10%, seguido de dissecação dos membros pélvicos com o objetivo de expor os nervos, removendo-se parcialmente alguns músculos, dissecando-se a origem do plexo desde a intumescência lombar. Em dois animais, o nervo femoral apresentou origem no quarto nervo lombar (L4), seguindo e se transformando em nervo safeno. O nervo obturatório e o nervo isquiático tiveram origem no último nervo lombar (L5), porém, este último se dividiu em ramos originando os nervos tibial e fibular comum, originando dorsalmente os nervos glúteo caudal e glúteo cranial. Abstract Morphology of the lumbosacral plexus of the ocelot (Leopardus pardalis). Popularly known as the ocelot, Leopardus pardalis occurs throughout Brazil in all ecosystems, but prefers riparian regions and forests. The objective of this study was to learn more about the macroscopic, anatomical aspects of the plexus lumbossacral of this species. Three specimens were studied, two males and one female, from the region near the Bauxite Mine in Paragominas, PA. The specimens were donated to the Laboratório de Pesquisa Morfológica Animal (LaPMA) at UFRA after being run over (authorization numbers 485/2009 and 522/2009). The animals were fixed in an aqueous solution of 10% formaldehyde and then the hind limb was dissected by removing some muscles to expose the nerves. In two animals, the femoral nerve originated in the fourth lumbar nerve (L4)
doi:10.5007/2175-7925.2012v25n4p215 fatcat:rtntcqfjtrezllbd4sqxsa3aaa