Bases epistemológicas sobre sentido(s) e significado(s) do trabalho em estudos nacionais

Lucas Schweitzer, Júlia Gonçalves, Suzana da Rosa Tolfo, Narbal Silva
2016 Revista Psicologia  
Bases epistemológicas sobre sentido(s) e significado(s) do trabalho em estudos nacionais Epistemological bases for senses and meanings of work in Brazilian studies Bases epistemológicas de los sentido(s) y significado(s) del trabajo en los estudios nacionales As profundas mudanças no contexto de trabalho e sua centralidade sociológica e psicológica indicam a importância de entender os sentidos e significados atribuídos a ele. Neste artigo, o objetivo é analisar os fundamentos epistemológicos
more » ... epistemológicos que sustentam as produções científicas nacionais em estudos empíricos sobre o fenômeno. Para tanto, realizou-se uma revisão integrativa, por meio de 25 artigos indexados nas bases de dados PePSIC e SciELO. Constata-se o amplo desenvolvimento da produção científica, com a prevalência de estudos que utilizam a abordagem existencialista e a sócio-histórica, bem como os aportes da psicodinâmica do trabalho concomitante às demais. As perspectivas epistemológicas predominantes nessa produção localizam-se nos quadrantes subjetivos interpretativista e humanista radical e, inseridos no eixo da subjetividade em Psicologia do Trabalho e das Organizações. A diversidade de abordagens sobre o fenômeno remete à importância de uma maior compreensão teórica, evitando-se incongruências na construção de pesquisas, e também a ampliação do escopo do estudo com a inclusão de análises internacionais. Palavras-chave: Sentido e significado; trabalho; epistemologia. The profound changes in the context of work and its sociological and psychological centrality indicate the relevance of understanding the senses and meanings attributed to it. The objective of this study is to analyze the epistemological foundations that sustain Brazilian scientific production in empirical studies that deal with the phenomenon. An integrative review was done with 25 publications indexed on the PePSIC and SciELO databases. It is noteworthy that the scientific production is in full development, with a prevalence of studies using the existentialist and socio-historical approaches, as well as the increasing use of the psychodynamic of work approach, in collaboration with the others. Epistemological perspectives are, mainly, located in two subjective quadrants, and the subjectivity axis of Work and Organizational Psychology. The diversity of approaches to the phenomenon underscores the importance of greater theoretical understanding, avoiding inconsistencies in the construction of research, as well as expanding the scope of the study with the inclusion of international analysis.
doi:10.17652/rpot/2016.1.680 fatcat:64kd6maennhkzdt57qfyqebv5m