A INVERSÃO DO RELATO TRADICIONAL DE GUERRA NO ROMANCE PORTUGUÊS CONTEMPORÂNEO

Raquel Trentin Oliveira
2005 Revista letras  
O romance contemporâneo português, que transfigura as guerras colônias do período salazarista, tende a desmitificar o feito histórico, afastar do acontecimento guerreiro traços de dignidade e louvor, rebaixando-o ao campo do humano degradado. Com o intuito de exemplificar tal questão, o presente artigo analisa a imagem do conflito colonial entre Portugal e Moçambique construída em A costa dos murmúrios (1988) de Lídia Jorge, tendo como pressuposto comparativo o relato clássico da Ilíada.
doi:10.5380/rel.v67i0.5522 fatcat:dnt7ydadxzfindwipf5uvolbfu