A estrutura genética das entificações comunitárias

Eduardo Yuji Yamamoto
2015 MATRIZes  
RESUMO Pensadores de tradição heideggeriana como Jean-Luc Nancy e Roberto Esposito, através de conceitos como ser-em-comum e communitas, sugerem uma ontologia fundamental da comunidade (Mitsein). Essa ontologia, entretanto, tem gerado dificuldade interpretativa e operacional em virtude do paradigma subjetivista que se antepõe à sua leitura. O objetivo deste texto é redescrever tal ontologia a partir de um deslocamento: da metafísica heideggeriana ao campo da "imanência absoluta" (Deleuze). Esse
more » ... ta" (Deleuze). Esse deslocamento, além de permitir estruturalizar e conferir operacionalidade comunicacional à referida ontologia, possibilita a observação de novos fenômenos políticos, a exemplo daqueles viabilizados pelos atuais dispositivos técnicos de comunicação. Palavras-chave: Mitsein, dessubstancialização, protestos 2013 ABSTRACT Thinkers of Heideggerian tradition such as Jean-Luc Nancy and Roberto Esposito, through concepts such as being-in-common and communitas, suggest a fundamental ontology of community (Mitsein). This ontology, however, has generated a difficulty of interpretation and operation due to the hegemonic subjectivist paradigm that anticipates the reading of these concepts. This article aims to redescribe this ontology from a referential shift: from the Heideggerian metaphysical universe to the field of "absolute immanence" (Deleuze). This shift allows structuralizing and conferring operational communication to that ontology, as well as observing new political phenomena, such as those made possible by today's technical communication devices.
doi:10.11606/issn.1982-8160.v9i2p257-271 fatcat:6j4ebqhnq5d6lhcxo2nx6dvu4y