Agrupamento de solos quanto à salinidade no Perímetro Irrigado de Custódia em função do tempo

Maria B. G. S. Freire, Márcio F. A. Miranda, Emanoel E. M. Oliveira, Luís E. da Silva, Luiz G. M. Pessoa, Brivaldo G. de Almeida
2014 Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental - Agriambi  
RESUMO Solos em perímetros irrigados sob clima semiárido são propensos ao acúmulo de sais e, no Brasil, este problema tem sido expressivo no semiárido do Nordeste, no entanto, poucos dados existem da real situação desta degradação. O objetivo deste trabalho foi avaliar a salinidade e sodicidade no Perímetro Irrigado de Custódia em diferentes épocas e determinar grupos de solos por meio de variáveis associadas à salinidade e sodicidade. Foram feitas amostragens de solos nos 55 lotes nas camadas
more » ... lotes nas camadas de 0-10, 10-30 e 30-60 cm em quatro épocas, duas ao final do período chuvoso e duas ao término da época seca. Os resultados de pH em água, condutividade elétrica do extrato de saturação (CE), relação de adsorção de sódio (RAS) e percentagem de sódio trocável (PST) foram submetidos à estatística multivariada, por meio da técnica de agrupamento. Foram obtidos oito grupos de solos, que diferiram entre as épocas de amostragem e as variáveis avaliadas, predominando valores de pH na faixa alcalina, baixos valores de CE, enquanto a RAS e a PST alternaram entre as épocas de amostragem, com valores que caracterizam a sodicidade. Os solos do Perímetro Irrigado de Custódia (PE) são alcalinos, de baixa salinidade e de média a alta sodicidade, susceptíveis à dispersão de coloides e degradação de sua qualidade física.
doi:10.1590/1807-1929/agriambi.v18nsupps86-s91 fatcat:qeb7dzxb4zgqnmoxzcbs7bhs7y