Leonardo Gandolfi

Leonardo Gandolfi
2007 Metamorfoses - Revista de Estudos Literários Luso-Afro-Brasileiros  
Palma da mão aberta, por cima da pele deito esta queimadura que, como parece, não doeu quase nada. Depois de uns minutos e de outras tentativas menos eficazes, acendo meu cigarro para que nada fuja do controle. Você não precisa dizer tudo, eu quero só o nome e pronto acaba. O cigarro por isso começa a sumir cauterizado sob a pressão da mistura de rosa e roxo em sua bochecha, a esquerda. Sim, a mesma que já cedera aos hematomas da mesa onde depois iríamos prender seus braços já sem força ou quem
more » ... á sem força ou quem sabe quebrados. Duvido que diga algo além dessas bobagens. Só mais um pouco, já começamos, agora é terminar. O que é isso, você ouviu? Ouvi, acho que veio lá de fora. Não, foi da cozinha, calma aí, eu volto já. Tiro e coloco então sobre a mesa o revólver, como das outras vezes, tenho pouco tempo.
doi:10.35520/metamorfoses.2007.v8n1a21768 fatcat:a7zki7h2mbeszhb3ibqshbwdta